Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário de uma dESarrumada

Diário de uma dESarrumada

08
Abr19

Perioditivismo // Um pedido para todas as mães de menino(s)

perioditivismo.png

Mães desse país à beira mar plantado chamado Portugal. Mães portuguesas que estão noutro país. Mães de outras nacionalidades que encontraram aqui o blog mais desarrumado da Internet.

 

Por favor, tal como falam sobre o período com as vossas filhas, falem sobre esse assunto com os vossos filhos. Estou farta de ouvir homens falar sobre o período como se fosse o diabo encarnado nas suas mulheres / namoradas, de falarem disso como se fosse uma incapacidade, ou fazerem piadas, ou terem nojo, quase pior que tudo isto: TEREM VERGONHA DE ABORDAR ESSE ASSUNTO!

 

Aconteceu-me no ano passado: saí alguns meses com um rapaz que sempre que eu estava com o período me mandava a boquinha "Ainda tens isso? Porque não tomas daquelas pílulas que param o período? A minha ex tomava e era o paraíso para ela e para mim". Pois, chocante ouvir um discurso destes em pelo século XXI, não???

 

E sempre que lhe dizia ou falava de período tinha a impressão que esse assunto o aborrecia ou o deixava irritado, como se ele encarasse a menstruação como algo acessório na mulher, prescindível, uma doença que deve ser exterminada, uma verruga que deve ser arrancada. "Trata disso" dizia ele. Tratar como? Deixar de ser mulher? Impedir o meu corpo de fazer aquilo para o qual foi programado? Parar de ovular só porque o menino não queria ter 7 dias sem sexo? Não tenho dores na menstruação, não tenciono tomar nenhuma contracepção hormonal, não me incomoda nada ter relações durante o período (respeito se o sangue incomodar o rapaz com quem estou e não obrigo ninguém a nada)... mas tomar algo só porque algum rapaz não acha bem eu ter o período. NUNCA. NEVER. JAMÉ!

 

Fiquei a questionar-me sobre esses assuntos... Quantas mulheres tomam a pílula devido a pressão psicológica exercida pelo parceiro? Quantas mulheres não têm o controlo absoluto de tudo que ingerem ou colocam no seu corpo? Os rapazes não são educados para aceitar o período como algo que faz parte de ser mulher? E este problema vem de onde? Não tiveram contacto com mulheres ao crescer? Elas não falaram sobre esses assuntos com eles? Se estivermos à espera que seja o pai a falar sobre período com os filhos homens... acho que, na maior parte dos casos, podemos esperar sentadas.

 

Eu lembro-me da minha mãe, mal eu tive o primeiro período, me ter metido um caixotinho do lixo no quarto para eu não deitar os meus produtos menstruais usados na casa-de-banho familiar, evitando assim que o meu pai e irmão vissem... quando íamos às compras com eles nunca comprávamos pensos higiénicos ou tampões... a minha mãe comprava quando fazia compras sozinha. E conheço outras famílias onde isto acontece. Só hoje em dia me apercebo do quão tóxico este comportamento pode ser. Apercebo-me que, como este assunto fica sempre escondido, muitos homens partilham a casa, durante uma infância e adolescência inteiras, com as suas mães e irmãs sem nunca se aperceberem que elas têm o período. Depois, já adultos, começam a sair com uma rapariga e quando ouvem falar em período é o "ai meu Deus, que doença nojenta é essa? Livra-te disso!"

 

Por isso, mães de meninos, irmãs de meninos, tias de meninos, avós de meninos, falem sobre o período com os homens da vossa vida. A futura mulher dele agradece.

 

Beijo na bunda! 

26
Fev19

O meu Don't Hate the Shake | música e dança Conan Osíris

O Don't Hate The Shake é uma campanha de promoção da confiança corporal criada no Instagram onde mulheres "plus size" dançam em frente às camaras. Positivismo corporal. Mostrar o corpo, e as celulites, sem vergonhas! Não sei se sou consideradad plus size ou não, até porque nunca percebi bem esse conceito... e basicamente estou-me a cagar para os rótulos corporais  só sei que não tenho o corpo da Gisele Bündchen. E a culpa é toda da vaca!

 

Mesmo assim decidi filmar-me a dançar ao som dessa obra de arte da música moderna: Telemóveis, de Conan Osíris. E gostei do resultado que já foi partilhado no Instagram há uma data de dias.

 

Se fizerem o vosso "don't hate the shake" não se esqueçam de partilhar 

 

Enjoy desarrumados!

 

 

 

E beijo na buuuuunda! 

07
Jan19

Como perder o peso do final de ano?

O pânico, o horror, ganhou 5 quilos entre o dia 1 de Dezembro e o dia 2 de Janeiro. Já andou a ver as dietas da moda, já está a decidir que vai cortar nisto e naquilo... hidratos de carbono fora! Obra do demónio! Fruta??? Xiiiiiça vade retro Satanás! Já pesquisou todas as detox possíveis e imaginárias, já comprou sementes de chia e linhaça, aquelas barras proteícas de chocolate, aquele leite de coco que custa um rim e já sabe que de segunda-feira dia 7 não passa!

 

 

Hoje trago cinco dicas para voltar a perder rapidamente o peso que ganhou. Dicas infalíveis que não vai querer perder:

 

 

1) Olhe-se ao espelho e veja todos os defeitos corporais que tem, olhe-se de cima a baixo. Veja aquele pneuzinho nas costas, as estrias nas ancas, a flacidez na parte posterior das coxas. Já que está olhe também para as mamas descaídas e a barriga de cerveja (mais aquela costelazinha de leitão). Hey, eu disse que era para ver os defeitos todos, não só os que estão relacionados com o peso, por isso atente também no seu nariz de papagaio, nos pêlos do queixo, nas suas olheiras, no cabelo baço e nos dentes tortos...

 

 

2) Agarre a sua barriga e sinta-a entre as mãos. Toque nos seus seios. Passe a mão por cima dos seus pêlos e das suas estrias. Sinta a textura da sua pele e a maciez das suas gordurinhas. Sinta-se de cima a baixo, com as duas mãos, sem medos, sem receios, descubra o seu corpo, toque em sítios que normalmente costuma ter vergonha de tocar. Olhe para partes do corpo que normalmente costuma ter medo de olhar.

 

 

3) Repita em voz alta: "tenho mais defeitos do que aqueles que consigo contar, mas este corpo é apenas o meu instrumento de vida, o recipiente que aloja a minha alma lá dentro. EU SOU MAIS DO QUE ESTE CORPO, EU SOU MAIS DO QUE A MINHA APARÊNCIA EXTERIOR". Repita isto quantas vezes forem precisas até começar a acreditar que o que diz é verdade. Se não começar a acreditar, faça de conta. Finja que ama o seu corpo. Confie no processo.

 

 

4) Trate-se bem, tenha compaixão de si próprio. Perdoe-se. E siga em frente. O seu EU do passado não tinha forma de saber o que sabe hoje. 

 

 

5) Agora comece o dia em paz e coma o que o seu corpo lhe pedir. Coma intuitivamente, faça uma alimentação que lhe pareça o mais natural possível para si. Já sabe que o que vem da natureza tem mais probabilidades de fazer bem à saúde, então aposte nisso: água, legumes, frutas, produtos de origem animal, se o desejar. Não entre em modas, não gaste 50€ em produtos que não sabe como consumir. Aquela proteína Whey não vai mudar a sua vida, aquelas sementes de chia não vão fazê-lo amar mais o seu corpo, a manteiga de amendoim que se esqueceu que tinha no armário não o fez acordar de manhã a ter mais amor próprio. Faça actividades físicas que goste mesmo. Não vá a correr gastar um balúrdio num ginásio ou numa box onde nunca vai entrar porque prefere ir correr ou caminhar no parque. Ouça-se a si mesmo, por favor!

 

 

Ame-se tal como é e viva uma vida mais saudável de forma intuitiva. Confie em si e nos seus instintos. O corpo sabe o que precisa e pouco a pouco ele vai ganhar uma forma exterior adaptada à sua maneira interior de estar na vida. Não se martirize, não se deteste, não viva com culpa. Isso não é viver, é sobreviver. Agora vá, comece o  ano em grande.

 

 

Esteja presente, aqui e agora.

 

 

Bem-vindos ao meu diário, um lugar seguro onde podemos falar sobre tudo. Já comentaram hoje? Bisou, da vossa dESarrumada.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Diário em fotos

Desarrumações antigas

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D