Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário de uma dESarrumada

A espalhar o #cagandoeandando por essa internet fora desde 2015.

Diário de uma dESarrumada

A espalhar o #cagandoeandando por essa internet fora desde 2015.

13
Jan19

Uma ida à esteticista dentro da minha cabeça.

Depois da saga uma idas às compras dentro da minha cabeça e uma ida a um WC de festival dentro da minha cabeça, apresento-vos uma ida à... é só ler o título do post, ok ?

 

* epah, a viagem está a aproximar e aquilo ainda são duas semanas, se calhar é melhor depilar este matagal com cera não vá uma pessoa ficar perdida no fim do mundo lá na Austrália, sem acesso a água corrente e vida civilizada... e, horror dos horrores, sem possibilidade de passar uma gilette nestes pêlos *

 

[ toca de ligar para marcar o rendez-vous um mês antes, porque isto aqui em França não há cá essa coisa de aparecer na hora. sendo que para eles aparecer na hora é ligar na própria semana ]

 

- Tô? Allô, allô, olhe desculpe, era um rendez-vous para arrancar o pêlo às virilhas, pernas inteiras e axilas, faxabor .

 

Chegou o dia fatídico, ontem... já não arrancava pêlos com cera há quase um ano. Estava com cagufa. Muita. Chego e a senhora encaminha-me para o gabinete onde estava a marquesa, uma musiquinha zen e uma decoração muito gira.

 

Diz-me para me despir muito educadamente (a politesse francesa sobre a qual já vos falei no meu Podcast, lembram-se???) e sai.

 

* epah, esta musiquinha de fazer bebés é que não, que estou com o período e começo já aqui a chorar ainda antes de ela arrancar o primeiro pêlo *

[ começo a tirar a roupa e a metê-la num cadeirão tudo destrambelhado à la dESarrumada ]

 

* porra rapariga, pensas que estás em casa? dobra lá essa camisola como deve ser, vira as calças ao contrário que as deixaste do avesso e toca de desenrodilhar essas meias que isso mais parece um novelo de lã *

 

* fogo, já nem posso ser eu própria na minha própria cabeça, tem que vir para aqui esta voz da razão mandar vir comigo *

 

* shiu, faz o que te digo e cala-te *

 

*ok, ok, vamos lá deitar as nalgas na marquesa e relaxar *



[ creeeeee... ]

 

[ creeeeee... ]

 

* rai's parta estes papéis de rolo que eles metem nestas marquesas, isto rasga-se logo quando uma pessoa senta o cu e ainda nem sequer me deitei. *

 

[ creeeeee... ]

 

[ creeeeee... ]

 

* puta que pariu, desisto, vai ficar rasgado e vai. assim com'àssim isto no final da sessão já está a ficar colado por tudo quando é reentrâncias do meu corpo por causa da transpiração e bocados de cera *

 

[ a senhora entra e pergunta se estou confortável ]

 

- sim, ótima.

 

* estás a mentir com quantos dentes tens na boca *

 

* shiu, cala-te *

 

[ começa pelas axilas ]

 

[ passa uma tonelada de pó de talco por todo o lado, suficiente para absorver toda a transpiração do meu corpo. tudo numa só axila ]

 

[ mete a cera com uma espátula ]

 

[ ZÁS ]

 

* FODA-SE!!! * 

 

* já me tinha esquecido do quanto esta merda dói *

 

* tenho a certeza que levou pele atrás, só pode *

 

[ olha para a desgraça, só tinha arrancado o equivalente a 3 cm, ainda faltava p'raí 3/4 da axila ]

 

* isto vai demorar mais do que aquilo que tinha pensado *

 

* 'tou fodida *

 

[ quando chega à outra axila mete cera por todo o lado como se estivesse a barrar Becel no pão ]

 

[ ZÁS ]

 

[ arranca tudo de uma vez ]

 

[ procedeu da mesma forma para as pernas ]

 

[ a perna esquerda fez às mijinhas e ficou uns 15 minutos nessa ] 

 

[ já a perna direita foi um besuntar de cera que aquilo era uma festança... e depois é pegar na banda e pumba, pumba, pumba, num minuto estava a perna toda careca ]

 

* que raio de método *

 

* ela lá deve começar com calma e paciência mas depois resolve dizer que sa foda e o segundo membro é feito a despachar *

 

[ chegámos à paxaxa, essa desgraçada fica sempre para o fim ]

 

[ pumba, um litro de cera na parte de cima do "triângulo", entre o umbigo e a dita cuja ]

 

[ dá pancadinhas com a mão na cera até esta secar ]

 

[ e ZÁS ! lá se vai a paxaxa c'os porcos! ]

 

* ai c'um carago, foi desta que fiquei sem pele! se fosse um homem JÁ TINHA FICADO SEM PILA *

 

* aguenta, está quase *

 

[ afasta-me as pernas ]

 

* ai não. ai não. chegou a parte de baixo. é agora que ela me arranca os beiços da paxaxa *

 

* já foste. nunca mais vou poder fazer o amor. vou ficar com a vulva desfigurada *

 

* lá se vão os encontros com os gostosos do Tinder *

 

[ ZÁS ]

 

[ ZÁS ]

 

[ ZÁS ]

 

* nossa, é desta que ela me mata! *

 

* já fiquei com a paxaxa a arder. chamem os bombeiros! *

 

* nunca mais aqui volto * 

 

[ levante a perna, agarre-a e mantenha o seu joelho contra o peito ]

 

* pronto, agora 'tou aqui toda escanchada enquanto ela me mete cera no cu *

 

[ entra um cliente na loja e a porta da entrada faz dlim-dlão]

 

[ a senhora sai para ver quem entrou e dizer-lhe para esperar, deixando a porta do gabinete onde eu estava entreaberta ]

 

* entretanto eu fico aqui agarrada ao joelho a apanhar com ventinho na dita cuja e com cera a arrefecer no traseiro, boa, um momento para recordar com orgulho *

 

* ninguém merece passar por esta humilhação na vida *

 

[ senhora chega ]

 

[ ZÁS ]

 

* fiquei sem esfíncter anal *

 

[ ZÁS ]

 

* isto dá vontade de fazer cocó *

 

[ espalha um óleo que arde por todo o lado ]

 

 * nunca mais aqui volto * 

 

[ arde ]

 

* nunca mais aqui volto * 

 

[ arde mais um bocadinho ]

 

* nunca mais aqui volto A SÉRIO * 

 

[ acabou a sessão]

 

[ visto-me e faço o walk of shame até ao balcão para pagar ]

 

[ manda para cá 40€ e não digas que vais daqui ]

 

[ saio, olho para o preçário que estava na porta e vejo que me tirou 5€ à conta final ]

 

* acho que lhe fiz pena e até me baixou o preço *

 

* obrigada senhora, foste implacável mas estás cá dentro *

 

[ afasto-me do salão de estética, olho para trás tentando pensar numa estratégia para nunca mais ali voltar... ]

 

* até podia pegar fogo a isto tudo, mas daqui a 4 semanas os pêlos estão de volta... deixa-te disso *

 

[ fui ao supermercado e comprei um chocolate para abafar a dor ]

 

[ quando cheguei ao carro comi o chocolate com uma lágrima no canto do olho ]

 

* se não fosses tu, chocolatinho da minha vida, não sei o que seria de mim! *

 

 

Beijo na bunda! 

 

19
Mai18

Pergunta só para meninas...!

Há uma situação que me constrange um bocado nisto de ser uma gaja peluda.

 

Pêlos na região peri-aréolar (aréola, zona circular à volta do mamilo)

 

Vamos falar sobre isto?

 

Quem aí desse lado tem pêlos nesta zona? Eu tenho. Mais na mama direita que na esquerda, que também é mais pequena... estará relacionado? Não faço ideia. Não são daqueles pêlos tipo penugem, são pêlos a sério, daqueles que ficam longos, pretos e que começam a encaracolar (basicamente como os pêlos que os homens têm no peito, mas todos concentrados à volta da aréola mamária). 

 

Costumo tirar com pinça. Às vezes com as mesmas bandas de cera do buço, mas isso deixa-os encravados, tive um que infectou de forma grave (tive que meter uma pomada antibiótica para o pus ir todo embora) então parei de arrancar com cera.

 

Esta situação torna-se bastante constrangedora quando tenho algum namorado que vejo frequentemente. Porque tenho que estar seeeempre a tirar. Os pêlos das pernas e virilhas uma pessoas ainda deixa ficar mais um bocado, naquela de "ups, esqueci-me de depilar isto", mas os das mamas... morro de medo que o gajo com quem estou descubra que tenho pêlos nas mamas e fuja a correr! É algo que me aflige mesmo... 

 

Mas este drama não vem só!... se um dia tiver que dar de mamar a um bebé, fico com suores frios só de pensar que não me vou conseguir depilar e alguém vai ter que ver as minhas mamas felpudas, ou o bebé ainda se engasga com um pêlo, ou vai puxá-los com a boca a magoar-me. Credo.

 

Digam-me que não sou a única com esta paranóia, por favor. 

 

Beijos na bunda! 

 

 

03
Dez15

Buço do diabo.

Já vos falei anteriormente em pêlos corporais e de como isso me irrita e me faz trepar paredes. Mas já alguma vez vos falei dos tão queridos pêlos faciais?

Pois. Um assunto que ninguém quer falar porque muitas gajas têm vergonha de admitir que têm buço. Quê? Admitir que tenho pêlos nas pernas é fácil, até existem hashtags dessa merda no Instagram. E pêlos nos sovacos e pentelheira? Super fácil, mandem vir as roçadeiras para cortar tudo antes do sexo. Mas pêlos na cara? Euuuuu???

Pois bem, eu tenho um bigode monumental. Estive quase para aderir ao "no shave november", mas tive medo de envergonhar certos rapazes e fazê-los sentir-se menos machos e inundados de testosterona.
 


Muito mais podia acrescentar a este assunto, mas deixo-vos a imagem mental de uma macaca, se algum dia quiserem tentar imaginar como sou fisicamente. E é isto.

05
Nov15

Pêlos, depilação e merdas do género.

Minhas senhoras (e alguns senhores), já toda a gente sabe que fazer a depilação é uma merda. Sim, repito, uma merda. Acabei de fazer a minha, sim, veio uma senhora muito querida fazer ao domicílio (de vez em quando temos que viver bem e confortavelmente não é?). E tenho-vos a dizer, que após estar dois meses em modo URSA, isto doeu para carago. Doeu mesmo muito, não foi pior que arrancar um dente claro está, mas doeu, ora essa. 

Gostaria de expor aqui a minha revolta e partilhá-la com vocês. Deixo-vos alguns pensamentos estúpidos que me perpassaram a mente durante o dito momento de sofrimento, ou "souffrance" como dizia a senhora.

Ponto nº1: Porque raio não vivemos numa sociedade que deixe as mulheres andarem com uma camadinha jeitosa de pelinho nas pernas, daqueles que até enrolam e tudo, sem serem chamadas de desleixadas. Já viram a quantidade de negócios que podiam ser gerados à custa disso? Cabeleireiras para os pêlos das pernas, com direito a pinturas e tudo! E as permanentes, minha gente, as permanentes que uma gaja poderia fazer?? 

Ponto nº 2: Entre inícios de Outubro e finais de Abril (no hemisfério Norte claro) devia ser proibido arrancar os pêlos. Devia ser lançado um decreto mundial (pela OMS ou uma associação do género) em que constasse a seguinte nota: "Os pêlos são extremamente necessários ao bem-estar físico, psicológico e social da pessoa durante o Inverno. A depilação tem uma influência altamente negativa na qualidade de vida, pelo que todas as recomendações possíveis e imaginárias (desde os graus A aos painéis de experts na matéria) aconselham a evitar a depilação quando faz frio com'ós cornos." 

Ponto nº3: Quando a senhora vem com pressa isto é super interessante e muito mais fácil. Fica um monte de pêlos por tirar, claro está, mas é rápido e não fico a parecer uma macaca no fim. Ah, e o bónus, ela meteu um óleo bem cheiroso no fim. Já não perdi tudo.

O lado bom, estou tão macia! Tão mas tão macia. E porque é que fiz a depilação nesta altura do ano, quando isso vai totalmente contra os meus princípios supra-citados, perguntam vocês numa só voz??

Porque vou a Portugal daqui a uns tempitos e quero estar preparada para a rebaldaria! Sim, não convém o Plutónio-man andar aqui com uma foice para preparar o terreno.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O melhor comentário ganha um biscoito!

subscrever feeds

Diário em fotos

Desarrumações antigas

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D