Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário de uma dESarrumada

A espalhar o #cagandoeandando por essa internet fora desde 2015.

Diário de uma dESarrumada

A espalhar o #cagandoeandando por essa internet fora desde 2015.

20
Mai19

Actualização.

O colchão foi finalmente vendido!!! 😀 O fogão também! 😁

 

É oficial, as coisas grandes e mais difíceis de vender já foram! 

 

Só falta:

-uma secretária branca;

-uma mesa da sala do Ikea;

-um microondas. 

 

Estes só ainda não foram porque ainda preciso da mesa e do microondas para comer até ao final do mês, se não até já tinham ido porque não são difíceis de vender.

 

É oficial... O apartamento está quase vazio. Agora é arrumar tudo que está no chão, meter em caixotes, enviar um caixote com panelas, frigideiras, pratos, copos... Aos meus pais. 

 

E estou pronta. Falta menos de 2 semanas. 

 

Go, go, go! 

👍🏻

 

17
Mai19

Que o metam bem fundo... #3

Podem dizer o que quiserem sobre as dificuldades da vida. Mas emigrar, acabar uma relação à distância, começar uma actividade profissional em liberal (mesmo com toda a sua burocracia que me anda a dar cabo dos nervos)... Tudo isto não é nada em comparação com:

 

Vender os móveis TODOS do seu apartamento.

 

Isto sim minha gente, é um desafio à paciência de qualquer um. Hoje houve outro cromo que não veio buscar um móvel. Neste caso era o meu colchão. Ligou-me há 2 dias a dizer que vinha hoje às 17h... Antes das 18h liguei-lhe a perguntar se estaria perdido... Resposta dele:

 

- Ah merde, desculpa, andava tão ocupado com as minhas mudanças que nem me lembrei de lhe ligar a dizer que já tinha encontrado outro colchão. 

 

What??? 🤔 Como assim, encontra outra cena e deixa as pessoas a quem já ligou penduradas??

 

Este merece, não uma 🍆 beringela no cu, mas um🍍ananás enfiado no ânus com as ramas ao contrário!

 

Fuck gente sem noção 🖕🏻

07
Mai19

O GRANDE DESTRALHE continua. Roupa e minimalismo.

Este é o estado actual do meu quarto... O grande destralhe continua, o caminho para o minimalismo também! Isto que vêem nestas fotos é tudo que tenho em roupa. Nem mais nem menos.

 

À boa moda da Marie Kondo temos que meter todos os items da mesma categoria juntos. E eu fi-lo com a roupa, juntei tudo e comecei a destralhar. Alguns item doei, outros já com buracos ou desbotados, deitei fora. Não tem sido fácil, mas já me livrei de cerca de 40% dos meus pertences. Sobretudo os móveis. 

 

A fase seguinte é os produtos da casa de banho. Estou a aderir ao zero lixo, a mudar de estilo de vida. Ir para uma casa mais pequena muda-nos, e de que maneira...

IMG_20190506_133928.jpg

Cachecóis, écharpes e collants. Aqueles coisos pretos em forma de penso higiénico são os meus pensos higiénicos laváveis. Vale muito a pena! 

 

IMG_20190506_133911.jpg

Casacos. 

IMG_20190506_133848.jpg

Roupa no geral: partes de cima e de baixo, de verão e inverno. 

IMG_20190506_133855.jpg

Na mala pequena: cuecas, meias e soutiens. 

 

Nas duas últimas fotos, tudo tem que caber nas respectivas malas onde está tudo amontoado. O facto de ter tudo que possuo ao lado do objecto onde os quero transportar ajuda a "destralhar" porque sei que vai ter que caber tudo ali, numa de "ou vai ou racha". Se não couber é porque não me livrei de coisas suficientes. Os casacos e cachecóis (que estavam em cima do colchão e cadeira) vão noutra mala de tamanho médio que não aparece nas fotos onde também vão estar as toalhas de banho e mãos, os panos de cozinha e alguns produtos de higiene.

 

Os sapatos couberam todos num saco de ginásio e ainda vão caber lá umas quantas coisas para a cozinha. 

 

Este processo não é fácil. Há muita coisa que, só de pensar que nunca mais as vou ver, isso traz-me uma carga emocional enorme. Já fiquei várias vezes com lágrimas nos olhos a recordar-me de determinado evento em que usei determinada peça de roupa. Mas sei que a leveza de espírito que vou ganhar no final deste processo vai valer a pena...

 

 

Beijo na bunda! 

 

 

P. S. Post feio porque foi feito no telemóvel com os dados, estou sem wifi porque já cortei a box. Essa também já foi enviada para a Orange (operadora). O apartamento está a ficar vazio, vazio.... 

29
Mar19

Mudanças!

Cometi uma loucura. Já devem ter percebido pelos últimos posts que me despedi de onde estava a trabalhar e que andava à procura da próxima oportunidade.

 

Assim de mansinho vi a oportunidade surgir, mas não queria vê - la. Pensei que ia a Paris só para um congresso, acompanhada por uma antiga colega de formação. Lembram-se daquela formação que fiz em 2017, paga pelo meu empregador, e que me fez assinar aqui por dois anos? Pois. Nessa formação conheci pessoas muito interessantes, com os mesmos gostos e ambições profissionais que eu.

 

E há 2 semanas, fui a Paris a um congresso com uma delas e ela disse-me que andava à procura de alguém. E que o pai dela tem um estúdio em Montmartre para alugar.

Perguntou se queria ir trabalhar com ela. E ficar no estúdio do pai dela. 

Disse que sim.

Sem pensar duas vezes.

Isto nem parecem coisas minhas.

As dúvidas só vieram depois. 

Foi assim quando vim para França  disse que sim e só depois pensei. E não me arrependo. Uma parte de mim sabe que só faço as coisas se não pensar muito nelas. Como se uma força invisível me puxasse naquele momento a dizer que sim. 

 

Disse que sim sem hesitar. E isso significa que apesar dos medos todos há uma parte de mim que quer fazer isto. Que quer passar por esta experiência. Seja ela boa ou com muitas aprendizagens.

 

Sem saber o que virá depois. Agora é Paris. Cidade do amor e de luz. E dos Coletes Amarelos! E de muitas mudanças na minha vida.

 

Vou passar do campo profundo para a cidade... Grande! Vou perder 30 metros quadrados de espaço. Onde vou meter a tralha? Está na hora de me livrar de muitos pesos antigos.

Para ganhar outras coisas. Diferentes... 

 

Vamos arriscar? Bora! 

23
Mar19

5 da manhã.

Cheguei a casa de uma soirée entre colegas de trabalho. Houve karaoke, jogos de cartas e muitas gargalhadas. Foi giro. Vou trabalhar daqui a 5h30. E vai ser o meu último fim de semana de trabalho neste sítio. Que sensação estranha, esta de estar a chegar ao final de uma etapa da minha vida... De saber que muitas destas caras não vão voltar a aparecer no percurso que vem a seguir. Aquele déjà vu dos "vamos falando", "vamos guardar contacto" . Quando toda a gente sabe, bem lá no fundo, que as nossas linhas da vida vão deixar de se tocar em breve, e que vão seguir caminhos diferentes. Como tantas vezes já aconteceu, em tantos até breve que acabaram por se tornar adeus definitivos. O corpo ainda está aqui, mas a cabeça já está uns meses mais lá à frente, ansiosa e com algum medo do que aí vem. Espero que corra bem. Sei que vai correr bem, eventualmente.

 

Por enquanto quero viver mais o momento presente, e desfrutar mais destas últimas vezes que não voltam mais. Bem sei. Destes à la prochaine que ouvi tantas outras vezes. O que vale é que, felizmente, já estou habituada. Há cerca de 4 anos e 4 meses atrás, nunca pensei que me ia habituar a isto, que dizer adeus se ia tornar tão natural para mim, que esta forma de estar na vida ia ser a minha. Não sabia, e estava longe de imaginar, que começar e terminar vidas, dentro de outras tantas vidas, se ia tornar rotina.

 

São 5 da manhã e a minha cabeça já deu a volta ao mundo, já viu muitos até já que se transformaram em adeus. E sei que o caminho vai continuar ... que no final de cada etapa, bem ali na esquina do desencontro, assim como quem entra de mansinho numa aventura nova: só uma pessoa vai estar à minha espera. E essa será sempre a mesma. Eu. 

18
Mar17

Dicas preciosas para quem muda de casa.

 


- Não deixem a roupa toda nos primeiros caixotes. Pensam que vão chegar à casa nova e começar por desempacotar a roupa, mas enganam-se. Vão andar 3 dias a vestir a mesma roupa que usaram no dia das mudanças. Façam um saquinho com algumas mudas de roupa, just in case. Cuecas e soutiens incluídos, mesmo que vocês sejam gajos, não queremos essas man boobs ao pendurão.


 


- Não se esqueçam de levar papel higiénico e sabonete para as mãos num dos primeiros carregamentos para a casa nova. Vão precisar... se não o fizerem vão dar por vocês de calças e cuecas na mão, a travessar o apartamento de um lado ao outro, à procura de lenços de papel que possam andar perdidos na mala. True story.


 


- Quem diz papel higiénico, diz piaçaba. Yap, acho que não preciso de explicar muito mais este ponto.


 


- Se ainda forem dormir mais uma noite na casa antiga, não levem todas as cadeiras e pratos / talheres embora. Vão acabar por ter que escolher entre comer sentados na sanita ou no chão. Com as mãos...


 


- Por falar em comer com as mãos. Já experimentaram comer um iogurte grego sem colher? Uma experiência enriquecedora pela qual todos deveríamos passar uma vez na vida. Eu já posso riscar este ponto da minha bucket list. Que sortuda.


 


- Não deixem ficar as prateleiras do frigorífico para trás. Vão querer meter as coisas no frigorífico do apartamento novo mal cheguem lá... e digo-vos já que enfiar 3 sacos de comida num frigorífico sem prateleiras, não é tarefa fácil. Especialmente se houver ovos sem caixa envolvidos nesta história.


 


Prevê-se que fazer mudanças se vá tornar o ponto alto do meu ano. 


 

27
Mar15

Resumindo...

... tenho três prémios Liebster Award para responder e um desafio das 9 perguntas. Desculpem andar atrasada nestas coisas, mas fazer tanto link a blogs com esta net de merda que tenho agora é tarefa quase impossível... Juro, juro, que quando tiver net ilimitada no próximo mês (já não era sem tempo!), vos dou a atenção devida! E acrescento mais, este blog vai levar uma reviravolta daquelas bem boas. Preparem-se! Porque eu já me vou mentalizando das horas que vou aqui passar (mudar header, organizar tags, organizar as rubricas, etc, etc). Isto promete... estou ansiosa! Porque sim, até o blog mais desarrumado da Internet leva de vez em quando com uma arrumação daquelas bem repentinas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O melhor comentário ganha um biscoito!

Diário em fotos

Desarrumações antigas

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D