Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário de uma dESarrumada

A espalhar o #cagandoeandando por essa internet fora desde 2015.

Diário de uma dESarrumada

A espalhar o #cagandoeandando por essa internet fora desde 2015.

16
Fev19

Ao segundo dia ressuscitou.

Há bastantes anos um rapaz que gostava muito e a quem dei tudo (literalmente porque foi o meu primeiro) acabou comigo dois dias depois do dia dos namorados. Porque eu gostava demasiado dele.

 

Depois disso perseguiu-me e fez-me a vida negra porque queria continuar a ter sexo comigo, mas sem ser meu namorado. Algo que sempre recusei. Ou namoras comigo ou não há cá pão para pançudos. Dizia eu na época. Jovem adulta de 20 anos e muito apaixonada, mas ainda mais magoada.

 

Ele era chamadas anónimas em que desligava logo, ele era chamadas em que quando eu atendia se ouvia do outro lado um filme porno com uma gaja a gemer bastante, com a sms a seguir que dizia "quero fazer-te isto". Eu tive direito a tudo um pouco relacionado com sexo vindo desse rapaz que acabou comigo porque "era melhor assim" e que eu lhe tinha feito coisas que "não se fazem ao pior inimigo".... mas nunca me chegou a dizer que coisas eram. 

 

Resumindo e concluindo, ele deve ter-se apercebido que eu era boa demais para ele e que ter uma relação tão séria logo no início da universidade ia estragar-lhe a experiência académica. Compreendo. Quando ele acabou comigo fiquei um ano a deprimir e isso também influenciou muito a minha vida de estudante. Só acordei para a vida no que diz respeito a gajos no último ano, mas aí já tinha estágios e trabalho final para entregar e não aproveitei tanto como poderia ter aproveitado. Nessa altura era jovem e fresca, gozei muito, mas sei que podia tê-lo feito muito mais se não tivesse sido esta história de coração partido por causa de um parvo. 

 

Talvez ele esteja arrependido de ter acabado comigo. Talvez tenha visto o quão perfeitos podíamos ter sido juntos (eu vi-o, vi este futuro que podia ter sido bom, juro que até cheguei a sonhar com os filhos de olhos verdes como os dele que íamos ter). 

 

Incrível, incrível, é que quando acabámos a universidade ele tentou aproximar-se para voltarmos a "tentar"... Eu disse não. Desculpa, mas com tudo que me disseste sobre sexo e quereres aproveitar a vida e só me quereres ver para foder, nem penses que eu vou acreditar que me queres de volta de uma forma séria... No dia da benção de finalistas, azar dos azares, porque nem éramos do mesmo curso nem departamento, as filas dos nossos cursos ficaram lado a lado. Ou seja, tive que levar com ele sempre a olhar para mim no meu último dia de trajada na universidade... foda-se. No fim do dia recebo uma mensagem : "estavas muito linda".

 

Epah, temos pena. Perdeste a tua oportunidade moço. Isto não acabou ali. Enquanto trabalhei em Portugal tive que levar com mensagens constantes dele. Quando vim para França nos primeiros dois anos foi igual. Só quando o mandei à merda com todas as letras e lhe disse coisas mesmo muito más é que começou a espaçar as mensagens, porém sem nunca desistir... excepto nos últimos quase 2 anos.

 

Ele acabou comigo dois dias depois do dia dos namorados. E hoje à meia noite recebi uma mensagem dele a dizer « 7 anos ». Para mim foram 7 anos em que me descobri como mulher e em que não me arrependi nem um segundo de nunca ter tentado voltar para ele, nem que fosse pelo "caminho do sexo" como muitas mulheres fazem... que dormem com alguém na esperança de que ele as comece a amar um dia... eventualmente.

 

Espero que ele consiga algum dia ultrapassar isto. Eu já ultrapassei. E espero um dia ter filhos com alguém que me ame sem dúvidas ou reticências ou pausas. Filhos esses que nunca terão os olhos dele.

19
Nov16

Cuidar de outro ser vivo | filhos

Malta que tem filhos (ou não!)... no outro dia fui a casa de um casal de colegas de trabalho, e a casa deles, apesar de linda e bem decorada, estava o TEXAS! Eram os sofás cheios de roupa, os corredores cheios de sapatos, brinquedos por todo o lado, sumos, latas, múltiplos objectos desconhecidos espalhados pelos móveis... Pacotes de bolachas, desenhos, lápis de colorir... tudo que vocês possam imaginar estava desarrumado - e acreditem, até a mim que sou a rainha da desarrumação, aquilo me surpreendeu! 


Esqueci-me de referir que eles têm duas gémeas de 5 anos (AH, fez-se luz nas vossas cabeças!)


Quando ela teve que desviar roupa do sofá para eu me sentar e uma data de papéis da mesa pequenina central para pousar a minha bebida, virou-se para mim muito timidamente: "peço desculpa pela desarrumação". Eu como pessoa bem educada que sou disse que não havia problema e que mal se notava (nesta fui simpática admito!)


O marido prontamente, disse logo a seguir: "sabes, com duas filhas de 5 anos, já faz muito tempo que abandonámos a ideia de manter a casa arrumada".


E foi neste momento que eu não sabia se havia de chorar por eles, ou desatar à gargalhada porque a situação tinha imensa piada!


E prontos, a modos que é por causa destas e outras, que ter filhos não tem andado nos meus horizontes... malta com filhos, também é assim nas vossas casas? Também já desistiram da ideia de terem uma casa apresentável?

11
Mar15

Gajo giro... mas com anexos

A maior desilusão na vida de uma rapariga que não tem mais nada para fazer é ver o gajo mais hot do ginásio, no único dia que faltou ao ginásio (para desagrado das minhas vistas), aparecer mais tarde, com duas crianças (lindas!) pelo braçado. E ainda por cima, com os olhinhos lindos do pai. 

Ninguém merece.

É giro, mas pelos vistos casado... e pai.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O melhor comentário ganha um biscoito!

subscrever feeds

Diário em fotos

Desarrumações antigas

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D