Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário de uma dESarrumada

A espalhar o #cagandoeandando por essa internet fora desde 2015.

Diário de uma dESarrumada

A espalhar o #cagandoeandando por essa internet fora desde 2015.

11
Out19

Desafio de escrita dos passaros #5 Deixem o Hitler entrar!

Então é assim, vamos lá meter isto em pratos limpos! Com que então, está aqui uma pessoa há cerca de duas horas na fila do purgatório, e esta merda está empancada porque não sabem onde enfiar o Hitler?

 

Então vejamos, o gajo é um lingrinhas, por isso não pode ir para o Inferno ajudar a meter carvão nas máquinas! Mas dêem-lhe as câmaras de gás e o homem já fica todo contente!

 

... 

 

Não! 

 

Como assim não? Então não vêem que este gajo é ideal para fazer esse trabalho? Se mesmo assim não quiserem então vamos lá tentar ver outra coisa... 

... 

Então e se for para limpar o pó? Com aquele bigodinho à minete, aquilo é sempre a aviar, em dois tempos fica o pó limpinho, limpinho... 

... 

Num querem? 

 

Epahhh... Deixem-se lá de esquisitices. Este gajo precisa de ir para algum lado! E despachem-se que entretanto fica noite! 

 

...

 

Olhem... Pronto, o senhor até tem um poder de oratória invejável, consegue convencer pessoas a fazer tudo e mais alguma coisa... Até mete o São Pedro a fazer o pino e a Virgem Maria a fazer caipirinhas se for preciso...!

 

Chamem daí o Anjo Gabriel que faz os anúncios, esse gajo ao lado do Hitler é um menino! A partir de agora o Adolfo fica a cargo do departamento de marketing e relações públicas do céu! A ver se é desta que aumentamos os lucros da religião que isto tem andado fraquinho. 

04
Out19

Desafio de escrita dos passaros #4 A Beatriz disse que não. E agora?

Podia ter dito que sim, mas naquele dia não lhe apeteceu... Queria gritar um NÃO redondo na cara dele. E foi o que fez.

 

Mas ele não quis ouvir... Continuou a insistir. Queria fazê-lo, naquele momento, com ela. Porque a amava e a desejava. Disse ele.

 

Mas ela não tinha vontade e ele não podia obrigá-la. Já há muito que não o amava. Ele insistiu e encostou-a à parede... Tentando afastar-lhe as pernas. 

 

"ou dizes que sim, ou acabou-se tudo". - vociferou ele. 

 

"então por mim acaba aqui" - gritou ela a plenos pulmões.

 

Ele largou-a. E ela foi-se embora. Sem olhar para trás.

20
Set19

Desafio de escrita dos pássaros #2 Amor e um estalo.

O texto de hoje vai ser simples. O tema é: Amor e um estalo. Amor, só assim, simplesmente, parece-me bem. E... um estalo?

 

Sei que o historial dos meus textos poderia levar-me aqui a dissertar sobre o porquê de um estalo durante o Amor, se for bem dado, saber tão bem. Mas a palavra estalo não me soa bem. Neste contexto de escrita "à la desarrumada" poderíamos encontrar uma palmada, uma nalgada, um tapa na bunda.... Mas estalo? Estalo parece-me tão... violento.

 

Admito... estalo faz-me pensar em violência doméstica. E violência doméstica faz-me pensar que, só este ano, em França, já morreram 101 mulheres pelas mãos dos seus companheiros. Dados recenseados até ao dia 3 de Setembro. Se calhar hoje o número já aumentou.

 

Tudo isto para dizer que a palavra estalo me fez pensar nesta realidade tão dura para algumas mulheres.

 

E algumas pessoas perguntam: mas porque é que ela não foi embora?

 

Isso serão episódios de um próximo capítulo...

 

 

13
Set19

Desafio dos pássaros #1 Problemas, só problemas...

 

Problemas. Incógnita. Duas palavras que se escrevem com 9 letras. Tantos problemas a resolver, para encontrar uma incógnita de uma só letra. X.

 

9 letras. Tal como o meu nome, o verdadeiro, não o pseudónimo do blog. Quando era criança acreditava que o meu nome era um problema, porque tinha muitas letras, enquanto que o dos outros meninos tinha menos. E sentia-me injustiçada. Chegava a casa e rogava pragas à minha mãe por me ter escolhido um nome tão grande. Problemas de uma criança de 3 anos que está a aprender a escrever.

 

Já o nome do blog, esse tem 11 letras! Já é para meninos crescidos. Mas também parece ser um problema para algumas pessoas. Já cá chegaram pessoas a procurar por uma desarumada, ou dsarumada, ou dessarumada. Se calhar não é um problema assim tão grande, porque o senhor Google sabe bem para onde esta malta quer ir e manda-os para aqui na mesma.

 

Mas isto, é um problema menor. O problema maior, é que aprendi o teorema de Pitágoras, sabia aquelas fórmulas matemáticas de cor e salteado, e até procurei o valor de X vezes e vezes sem conta... Para, hoje em dia, a resolução desses problemas, não me servir para rigorosamente nada. O X que procuro, e que completaria a minha equação, teima em não aparecer. 

 

Confesso que... No 12° ano, andava tão fartinha de procurar o tal valor de X, que a minha escolha profissional acabou por não ser completamente inocente. Olhei para todos os cursos de saúde, e escolhi o que me parecia ter menos matemática. E acertei em cheio. No curso com menos matemática... Relativamente a ser a profissão para a qual tenho mais vocação e que vou exercer para o resto da vida, isso já é outro problema.

 

Tento saber com que fórmulas se escreve a vida, com que regra de três simples é que se chega ao valor da felicidade, com que calculadora é que encontrarei o resultado que procuro...  Como poderei continuar a viver se nunca encontrar o X da minha vida? 

 

Incógnitas. Cada um tem as suas. E neste momento as minhas poderiam ser um problema, mas decidi inventar o meu próprio mundo de números imaginários. E para já, essa solução chega para ter um Suficiente que me Satisfaz Muito Bem. Mesmo sem ter encontrado o valor de X. 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O melhor comentário ganha um biscoito!

Diário em fotos

Desarrumações antigas

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D