Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário de uma dESarrumada

A espalhar o #cagandoeandando por essa internet fora desde 2015.

Diário de uma dESarrumada

A espalhar o #cagandoeandando por essa internet fora desde 2015.

11
Set19

Desperdício de maquilhagem...

Ontem tinha uma espécie de date com o Tuga. Íamos ver o jogo de Portugal juntos num tasco que não sei bem onde era... Armei-me em difícil e disse que só podia ir ver a 2a parte (a verdade é que estava a trabalhar até tarde mas não lhe queria dizer porque não quero que pense que o trabalho é a minha prioridade)... Acabei e maquilhei-me toda na casa de banho do work antes de sair... Quando já estava no metro ele cancela, alegando cansaço... A minha cara ainda nem estava besuntada há 5 minutos e já estava a levar com uma tampa!

 

Foda-se, pensei. Se ele me tivesse avisado antes escusava de ter desperdiçado cêntimos sagrados na minha cara, é que usei aquela base da Dior que me custou un balúrdio.

 

Sinceramente, não se faz. Estes homens não percebem a logística que é ser-se mulher e o preço que custam estas traquitanas todas para barrar na cara. 

 

 

* antes que digam que não me devia ter maquilhado "só para ele", eu também sou feminista malta. Eu maquilho-me porque gosto de sair à noite a sentir-me poderosa! E a maquilhagem dá-me essa confiança à noite que uma cara lavada só me dá para ir a uma aula de Yoga ou ao ginásio. Nunca iria com a base Dior para o Yoga, ó-be-vio! por isso deslarguem-me. 

12
Jun19

Updates dos dates.

O Panda morreu. Isso já vocês sabem... Por isso é assim meus caros, esta vida não tem sido para fracos. Já dizia o outro "a vida é dura para quem é mole", e eu andei 4 anos e meio a ser mole. Morar numa cidade desta dimensão aumenta a velocidade da vida a 200% e eu ainda nem sei a quantas ando. 

 

Digamos que na sexta-feira tive o tal date com o Momô de que vos falei aqui. Bistrot parisiense... mesinha e cadeirinhas típicas... pedi um rosé... vinho e mais vinho! Nunca bebi tanto vinho como o que tenho bebido nesta cidade... adoro esta vibe de Paris! Ando basicamente bêbada 4 dias por semana   mas talvez isto acalme com o tempo... a ver vamos. Voltando ao date, foi muito giro e tal, o moço tem boa conversa e é alto gato.

 

bistrot paris.jpg

 

Imaginem um moço bronzeado, olhos verdes,  barba de 3 dias, nariz partido (que em vez de o deixar com a cara desfigurada só acrescentou charme), roupa de trabalho, como quem diz camisa azul clara e uma calças vincadas, sapatinho envernizado... oh céus! Só o Deus-da-foda, e eu, sabemos o esforço sobre-humano que eu fiz para não lhe saltar para cima ali naquela mesa redonda minúscula... lembrem-se, aqui o Panda ainda estava vivo, e bem vivo!!! O que deixava a minha patarreca a pulsar de agonia cada vez que um jeitoso passava à minha frente... ninguém aguenta, aqui a oferta é diversificada e abundante. Paletes!!! ouçam o que vos digo! paletes de gajos a passar por mim na rua com aquele ar de quem se acha uma tablete da Milka prontinha a ser comida por mim!!!!

 

Era para ir ter com ele às 19h30, mas tive um imprevisto com o meu último doente e só consegui chegar 1hora depois!!! Eu pensava que ele não ia esperar tanto... mas esperou. Até mandou mensagem a dizer "demora o tempo que quiseres, eu e a minha cerveja - provavelmente vazia - estaremos aqui à tua espera".

 

Tão cavalheiro. Tão charmoso.

 

Acabei, eventualmente, por comparecer ao date. Toda desgrenhada de ter ido a andar depressa desde o trabalho para ir ter com ele... minto!!!! Eu fui é nas calmas como já me é tão característico... desgrenhada já é o meu estado natural com esta juba que trago na cabeça. Mas andar depressa??? never! jamé!

 

Cheguei, ficámos na converseta. No final sugeriu irmos comer, eu disse que não, que tinha comida em casa, depois ficámos a falar mais um bocado... e mais... e mais... entretanto ficou tarde, quem estava esgalgada de fome era eu e sugeri comermos algo rápido num sítio qualquer. Desta feita foi a vez dele de dizer que não, que já era tarde e que os colegas de casa se deitavam cedo e que ele precisava que eles lhe abrissem a porta porque está a morar com eles temporariamente e não tem chave...

 

Fomos para o metro. Ainda estivemos juntos na mesma carruagem durante 3 estações, quando chegou a minha estação ele despediu-se de mim com uma mão no ombro e dois beijos bem repenicados na cara. Fui embora, com um sorriso parvo na cara e aquela sensação de estar a andar em cima de nuvens. E aqui o Panda ainda estava vivo...

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O melhor comentário ganha um biscoito!

subscrever feeds

Diário em fotos

Posts mais comentados

Desarrumações antigas

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D