Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário de uma dESarrumada

Diário de uma dESarrumada

07
Jan19

Como perder o peso do final de ano?

O pânico, o horror, ganhou 5 quilos entre o dia 1 de Dezembro e o dia 2 de Janeiro. Já andou a ver as dietas da moda, já está a decidir que vai cortar nisto e naquilo... hidratos de carbono fora! Obra do demónio! Fruta??? Xiiiiiça vade retro Satanás! Já pesquisou todas as detox possíveis e imaginárias, já comprou sementes de chia e linhaça, aquelas barras proteícas de chocolate, aquele leite de coco que custa um rim e já sabe que de segunda-feira dia 7 não passa!

 

 

Hoje trago cinco dicas para voltar a perder rapidamente o peso que ganhou. Dicas infalíveis que não vai querer perder:

 

 

1) Olhe-se ao espelho e veja todos os defeitos corporais que tem, olhe-se de cima a baixo. Veja aquele pneuzinho nas costas, as estrias nas ancas, a flacidez na parte posterior das coxas. Já que está olhe também para as mamas descaídas e a barriga de cerveja (mais aquela costelazinha de leitão). Hey, eu disse que era para ver os defeitos todos, não só os que estão relacionados com o peso, por isso atente também no seu nariz de papagaio, nos pêlos do queixo, nas suas olheiras, no cabelo baço e nos dentes tortos...

 

 

2) Agarre a sua barriga e sinta-a entre as mãos. Toque nos seus seios. Passe a mão por cima dos seus pêlos e das suas estrias. Sinta a textura da sua pele e a maciez das suas gordurinhas. Sinta-se de cima a baixo, com as duas mãos, sem medos, sem receios, descubra o seu corpo, toque em sítios que normalmente costuma ter vergonha de tocar. Olhe para partes do corpo que normalmente costuma ter medo de olhar.

 

 

3) Repita em voz alta: "tenho mais defeitos do que aqueles que consigo contar, mas este corpo é apenas o meu instrumento de vida, o recipiente que aloja a minha alma lá dentro. EU SOU MAIS DO QUE ESTE CORPO, EU SOU MAIS DO QUE A MINHA APARÊNCIA EXTERIOR". Repita isto quantas vezes forem precisas até começar a acreditar que o que diz é verdade. Se não começar a acreditar, faça de conta. Finja que ama o seu corpo. Confie no processo.

 

 

4) Trate-se bem, tenha compaixão de si próprio. Perdoe-se. E siga em frente. O seu EU do passado não tinha forma de saber o que sabe hoje. 

 

 

5) Agora comece o dia em paz e coma o que o seu corpo lhe pedir. Coma intuitivamente, faça uma alimentação que lhe pareça o mais natural possível para si. Já sabe que o que vem da natureza tem mais probabilidades de fazer bem à saúde, então aposte nisso: água, legumes, frutas, produtos de origem animal, se o desejar. Não entre em modas, não gaste 50€ em produtos que não sabe como consumir. Aquela proteína Whey não vai mudar a sua vida, aquelas sementes de chia não vão fazê-lo amar mais o seu corpo, a manteiga de amendoim que se esqueceu que tinha no armário não o fez acordar de manhã a ter mais amor próprio. Faça actividades físicas que goste mesmo. Não vá a correr gastar um balúrdio num ginásio ou numa box onde nunca vai entrar porque prefere ir correr ou caminhar no parque. Ouça-se a si mesmo, por favor!

 

 

Ame-se tal como é e viva uma vida mais saudável de forma intuitiva. Confie em si e nos seus instintos. O corpo sabe o que precisa e pouco a pouco ele vai ganhar uma forma exterior adaptada à sua maneira interior de estar na vida. Não se martirize, não se deteste, não viva com culpa. Isso não é viver, é sobreviver. Agora vá, comece o  ano em grande.

 

 

Esteja presente, aqui e agora.

 

 

07
Mai18

Missão #em2018ficoboa | 4

Lembro-me de ter ido correr em Setembro e só ter feito 10 minutos. Muito sofriditos que eles foram. Quase que cuspia um alvéolo pulmonar cá para fora (ou muitos, que eles são muito pequenitos, bem, acho que perceberam a ideia!).

 

Se me dissessem que ia conseguir correr 5,3km em 36 minutos eu ia dizer: "estás maluco??? nunca na vida!"

 

E não é que ontem consegui esta proeza??  E não me custou assim tanto!

 

Tenho corrido entre 2 a 3 vezes por semana, mais 1 ou 2 sessões de HIIT. Os outros dias são de pausa [ sagrada! ]. A alimentação só está controlada há uns dias (estive de férias em Portugal e a coisa descambou) por isso, o peso continua nos 66 e picos, às vezes 67. Gostava de chegar aos 60 até Setembro (em Setembro de 2017 tinha 72kg), mas não tenho posto muita pressão em cima dos meus ombros para emagrecer. Só quero sentir-me bem comigo própria, e tenho andado contente com o corpo que tenho neste momento!


Prontos, tinha que partilhar esta façanha aqui! Isto não é só coisas tristes nesta bida de dESarrumada! Às vezes também fico feliz e contente  Estou super orgulhosa de mim própria. Novo objectivo: 10 km! Quando?? Num faço ideia!

06
Mai18

dESarrumada dá um saltinho ao paleolítico: almôndegas paleo [ receita ]

Como prometido no Instagram - também disse lá que tinha voltado seriamente à alimentação paleo! - venho hoje dar-vos a receita de umas almôndegas que experimentei esta semana. Coisinha mais fácil não há! E acompanham com tudo, pode ser desde salada, legumes cozidos, esparguete de courgete, etc. O céu é o limite!

almondegaspaleo.jpg

 


Ingredientes: 

 

Carne picada (eu tinha 200gr porque era só para mim)

1 cenoura cortada em cubos pequenos

Cebola picada

Alho picado

4 colheres de sopa de farinha de amêndoa

1 ovo (para unir tudo)

 


Mistura-se tudo e faz-se as bolinhas com as mãos. 



Têm duas opções para as cozinhar, ou metem tudo no forno num tabuleiro forrado com papel vegetal ou fritam em azeite ou óleo de sésamo. Eu escolhi a segunda opção porque fui gulosa, mas cozinhar as almôndegas no forno é a opção mais saudável.

 

Acompanhei com uma salada de alface, tomate coração, pepino e azeitonas verdes.
Molho da salada: vinagre balsâmico e um bocadinho de mostarda de Dijon.

 

Nota: eu fiz as bolinhas com os legumes cortados aos cubinhos e elas desfaziam-se um bocado nas mãos... por isso o conselho que dou é triturarem os legumes (cenoura, alho, cebola) antes de os misturarem com a carne e a farinha de amêndoa. As almôndegas vão ficar mais fáceis de moldar.

Meus lindos, se experimentarem digam como ficou e/ou partilhem no Instagram! 

Bem-vindos ao meu diário, um lugar seguro onde podemos falar sobre tudo. Bisou, da vossa dESarrumada.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Diário em fotos

Desarrumações antigas

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D