Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário de uma desarrumada

. desarrumações . emigração . humor parvo . lifestyle . badalhoquices . coisas de gaja .

Diário de uma desarrumada

. desarrumações . emigração . humor parvo . lifestyle . badalhoquices . coisas de gaja .

25
Ago18

Quantas coisas és capaz de acumular? O grande destralhe.

Meus unicórnios mai'fofos, tenho algo a contar-vos: sou desarrumada. Pronto, já disse.

 

Muito desorganizada, acumuladora, procrastinadora, uma deixa-andar do pior.

 

Com esta atitude acabo por ser pouco ambientalista, ou gerir mal as minhas finanças. Compro coisas que já tinha e não me lembrava, compro comida que acabo por não comer, não planeio as minhas compras e acabo por consumir de menor qualidade e mais caro. Não sei esperar, quero tudo e agora. 

 

Livros. A minha impaciência é flagrante com os livros. Compro, começo a ler, e mando para canto porque comecei a ler outra coisa. Tenho muitos livros começados e não acabados. Decidi instaurar a regra de comprar 1 depois de ler 3. No início do verão cometi a "loucura" de comprar 5 livros, alguns dos quais era suposto ler durante as férias. Li 2. E um deles comprei em Portugal, ou seja, nem sequer fazia parte da lista original que era suposto ler. Voltei para França com mais livros do que aqueles com que tinha ido embora. Pronto, instaurei a regra. Ainda não cumpri, não acabei 3 livros. Por enquanto.

 

Comida. A alface é algo que insisto em comprar. É desta que acabo uma alface inteira. Nunca é. Nem as famílias conseguem, porque é que eu hei-de conseguir comer uma sozinha? Pronto, neste aspecto que se lixe o lado económico, comecei a comprar salada de pacote. A tal da rúcula e agrião. Acabo os pacotes todos, mesmo quando o fundinho já está a ficar mole e com ar nojentinho, cheio de humidade e a agarrar ao pacote, eu acabo aquilo. Compromisso acima de tudo. Decidi comprar menos comida para conseguir ver tudo que tenho nas prateleiras e não deixar estragar nada. O facto de estar quase falida ajudou neste ponto. Espero ansiosamente o próximo salário para respirar um bocadinho.

 

Arrumações. Acumulo papéis e papéis. Olha aqui um panfleto com actividades, deixa-me cá guardar para me lembrar que tenho que visitar este jardim, ou castelo, ou feirinha. Nunca vou. Esqueço-me. Porque os papéis ficam perdidos na minha divisão para a tralha, dentro de sacos. Nos quais eu fico meses e meses sem tocar, até me cansar e querer deitar tudo fora porque estão desactualizados. Depois acabo por não o fazer porque "nunca se sabe". Hoje ataquei essa divisão. Andava a adiar há séculos. Acho que o facto de talvez já não andar por esta região no próximo verão está a ajudar-me a ser mais agressiva no destralhe. Das duas uma, ou mudo de região e tenho as mudanças facilitadas porque tenho menos coisas, ou fico na mesma região e vivo de forma mais leve, numa casa mais arrumadinha. Ambas as situações são situações de ganhar-ganhar. Já tenho 3 sacos à porta de casa prontos para ir para o "papelão". E ainda nem sequer arrumei metade da dita cuja divisão.

 

E vocês, também têm problemas de arrumação? Já alguma vez fizeram um "grande destralhe"?

 

 

7 comentários

Comentar post

Vamos escolher um nome para o meu vibrador?

Crie seu próprio questionário de feedback de usuário

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O melhor comentário ganha um biscoito!

Diário em fotos aqui:

Mais sobre mim

foto do autor

Desarrumações antigas

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D