Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário de uma desarrumada

. desarrumações . emigração . humor parvo . lifestyle . badalhoquices . coisas de gaja .

Diário de uma desarrumada

. desarrumações . emigração . humor parvo . lifestyle . badalhoquices . coisas de gaja .

04
Jan18

Os meus 12 Desafios para 2018

Ora bem, como prometido vou escrever aqui os meus desafios para 2018 no dia 3 à noite (eu sei que oficialmente já é dia 4 mas eu comecei a escrever este post no dia 3, juro, só que entretanto parece que este tipo de posts nos fazem pensar muuuuito, e resumindo, já estou há 2 horas nisto e ele vai ser publicado a horas vergonhosas).

Assim vou aproveitando a batota que os queridos TriptofanoFátima Bento tão amavelmente me concederam para o dia de publicação dos meus desejos/desafios. Não me batam amores, eu sou sempre a atrasada do costume. Juro que já pensei em mudar o nome do blog para "Diário de uma atrasada", mas depois as pessoas podiam confundir com atraso mental e ainda não estou pronta para assumir que poderei ter uma doença mental não diagnosticada na infância.

Vão ser 12 desafios, alguns eu sei que consigo realizar ainda este ano, outros eu sei que preciso de mais tempo, ou seja, para mim são desafios a médio-longo prazo, no entanto, preciso de os guardar num cantinho da minha memória uma vez que quero mexer o rabo este ano e avançar no sentido de algum dia os poder realizar. 

 

12desafios2018.jpeg

 

Preparados meus fofuxos desarrumados?


Vamos lá a isto!

 

Objectivos a curto prazo

 

1. Perder peso, mais precisamente 10 quilos (Até agora toda a gente pediu para perder uns quilitos, porque haveria de ser a única a não pedir isto visto que este Natal e Réveillon comi que nem uma porca prenha???)

2. Cuidar mais da minha aparência física exterior (Sim, em 2017 numa tentativa frustrada de poupança e muuuuuita preguiça descuidei-me muito neste aspecto. Tanto a nível de roupa, que quase não comprei e o que comprei não me  favorece de todo, como a minha pele que não exfoliei uma única vez e parece lixa, mais coisas como ter a depilação da cara em dia ou maquilhar-me um pouco todos os dias. Muitos de vós vão dizer que isto é fútil pra carago, mas eu trabalho com pessoas que infelizmente estão muito doentes, e muitas vezes só durmo entre 4 a 6 horas por noite. Meter maquilhagem para tapar a cara de desenterrada é o mínimo que posso fazer para melhorar o conforto daquelas pessoas que não fizeram nada de mal ao mundo para terem que levar com a minha fuça remelada às 9h da manhã.)

3. Regular os meus intestinos (Aqui está um desafio tramado. Ora é muito mole, ora é tão duro que até dói. Sim, ainda estou a falar de cocó. Mentes perversas.)

4. Poupar mais (Como diz a Avó Maria quando fala com a minha mãe sobre a minha vida "Outra viagem??? No meu tempo a emigração não era nada disto! Era casa-trabalho-casa e comíamos atum com arroz só para poupar uns centavos.")

5. Ler 2 livros por mês (Porque se eu largar as redes sociais e ganhar juízo, este desafio é perfeitamente exequível. Isto dito por alguém que antigamente, nos bons velhos tempos em que não tinha smartphone, lia 1 livro a cada 2 dias.)

6. Continuar o meu caminho no minimalismo (Não está nada fácil. Eu até tenho pouca coisa, mas está tudo de pantanas e sem lugar definido. Mas já me livrei de algumas cuecas velhas, isso deve contar para alguma coisa,)

7. Curar o meu FOMO (Este vai ser difícil, visto que é algo que tem bloqueado a minha vida em muitos aspectos pessoais e profissionais, acho sempre que podia ter decidido por um caminho diferente e a ansiedade sobre o futuro (ou passado!) ataca-me quando menos espero. Mas eu acredito que sou capaz. Tenho que ser capaz.)

8. Falar menos sobre os meus projectos (Pois é. Não sei se isto também vos acontece, mas quando estou motivada para fazer algo acabo por contar a toda a gente e falar nisso a toda a hora e depois não chego a fazer nada. Porque as pessoas têm a mania de dizer coisas do tipo "ah, mas tu não és capaz" ou "já disseste isso e não fizeste, já ninguém te leva a sério" e isso afecta-me mais do que aquilo que quero admitir. Por isso agora acabou, não falo mais dos meus sonhos com ninguém, incluindo a família próxima que às vezes até são os que me chateiam mais.)

9. Decidir o que quero para a minha vida amorosa (Está visto, o conceito de relação à distância não resulta mesmo para mim. Mas também não quero desistir do moço porque gosto imenso dele e quando estou com ele damo-nos super bem. Por isso estou num impasse, não sei o que fazer.)

 

Objectivos a médio-longo prazo

 

10. Mudar de trabalho na minha área (Pois. Não estou satisfeita com o que ando a fazer mas também ainda não consegui mexer o cu para mudar isto.)

11. Fazer voluntariado internacional (Tenho mesmo que começar a tratar disto visto que o voluntariado que quero exige formação prévia e nem sempre somos aceites por não termos o perfil que eles pedem. Torçam por mim.)

12. Fazer uma formação que me tire da minha zona de conforto (Cozinha, fotografia, costura, lançamento de bolas de geisha com a vagina... O céu é o limite.)

 

 

Beijo na bunda! 

12 comentários

Comentar post

Vamos escolher um nome para o meu vibrador?

Crie seu próprio questionário de feedback de usuário

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O melhor comentário ganha um biscoito!

Diário em fotos aqui:

Mais sobre mim

foto do autor

Desarrumações antigas

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D