Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário de uma desarrumada

Sátiras da vida de emigrante de uma desarrumada.

Diário de uma desarrumada

Sátiras da vida de emigrante de uma desarrumada.

02
Mai18

Faltar ao trabalho por causa dos pêlos???

Ah pois, ontem quando cheguei a casa, da tal viagem de autocarro que durou 22 horas - que afinal não foram 22 horas, mas sim 24 horas porque houve uma avaria no autocarro e tivemos que trocar para outro às 3 horas da noite em Espanha - tive um momento de self care

 

Afinal, já não depilava o buço nem as sobrancelhas há 10 dias, e só Deus sabe, como um simples pêlo numa mulher peluda demora exactamente 16 horas e 34 segundos pós-depilação a voltar a crescer.

 

Começo o processo.

 

Esfoliação - lavar a cara com uns produtos fixes - sim, porque agora que já passei o quarto de século e me aproximo perigosamente dos 30, já tenho produtos especiais para lavar a cara, abdicando assim do sabão de Marselha que tanto me ajudou a poupar uns trocos (para mim é o equivalente francês do sabão azul).

 

Meti pó-de-talco na fuça - ganhei este hábito quando uma vez usei bandas que não agarravam à pele - e lá fui eu buscar as bandas.

 

Silêncio.

 

O sítio onde costumo guardá-las tinha uma caixa da Veet - V - A - Z - I - A

 

É o pânico.

 

O horror.

 

Suores frios começam a escorrer por mim abaixo...

 

O cérebro entrou em ebulição, a pensar em todas as desculpas possíveis para faltar ao trabalho.

 

 

* Nem pensar que eu vou trabalhar assim * 

 

 

* Amanhã ligo para o meu chefe e digo:

 

a) que fiquei com uma caganeira por causa do pollo frito que comi ao jantar naquele tasco espanhol

b) tive uma contractura muscular grave por estar tanto tempo sentada e fui parar às urgências 

c) o autocarro ficou preso numa alfândega qualquer nos Pirenéus *

 

 

Qualquer desculpa era válida naquele momento.

 

* Já sei, vou dizer que me converti ao islamismo e amanhã levo uma burca vestida. Boa ideia! *

 

Já estava mais do que convencida que ia passar a noite toda a estudar o Corão e eis que, ao sair do duche, encontro, entre as toalhas do armário, uma caixa inteira de bandas de cera depilatória fria para o rosto.

 

Fui salva! Salva pela minha mania de fazer stock de coisas. Mania essa que já tentei perder e que agora me salvou, literalmente, o pêlo.

 

Habemus lábio superior depiladinho, habemus duas sobrancelhas separadas.

 

Digam todos comigo "adeus monocelha"!

 

 

14 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O melhor comentário ganha um biscoito!

Desarrumações antigas

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D