Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário de uma dESarrumada

Diário de uma dESarrumada

01
Dez15

Enquanto for divertido.

Dei por mim a ter que adoptar um novo lema de vida e aplicá-lo a todos os campos da minha vida. Enquanto for divertido, é o lema.
E em que posso aplicar este lema perguntam vocês? Eu faço a lista exaustiva e aproveito para vos meter a par das minhas andanças:


 


Ponto 1: na minha última viagem a Portugal comecei a namorar (oficialmente) com o Plutónio-man, sim, já tinhamos falado sobre isso numa das nossas chamadas por Skype, mas falar sobre o assunto cara-a-cara teve outro impacto para mim. As coisas têm corrido super bem, no início ainda tínhamos um ou outro desentendimento mas ultimamente temos estado em sintonia a maior parte do tempo. O que é óptimo quando se tem 1800km de distância pelo meio.


Qual será o resultado disto? Não sei. Mas vou continuar... enquanto for divertido. E a verdade é que me divirto mesmo com ele, quer juntos quer à distância (temos trocas de mensagens que não lembram a ninguém!). É verdade que o contacto físico faz muita falta, mas enquanto gostar tanto dele não me consigo livrar da peste.

Ponto 2: a emigração. Quem me segue sabe que estou a trabalhar em França. Decidi sair de Portugal porque não estava contente com as condições de trabalho (recibos verdes, pressão desmesurada para atingir objectivos ridículos, 12h de trabalho por dia e outras coisas do estilo), mas "pelo menos" tinha trabalho a tempo inteiro disseram-me algumas pessoas... estive-me a lixar para isso. Na altura estava na fossa, ou procurava algo melhor ou caía numa depressão grave. A psicóloga que me seguiu na altura foi um amor e se algum dia ler isto: obrigada Sofia.


Eu saí para procurar uma evolução pessoal, profissional e monetária que em Portugal não iria conseguir tão depressa. Se tenho saudades da família? Sim. Se tenho saudades do clima e da boa vida de Portugal? Sim. Se as condições de trabalho e a forma de pensar das pessoas no geral me deixam saudades? Não, nem pensar. Será que vou continuar em França? Sim, enquanto for divertido e desafiante vou. E a verdade é que me tenho superado todos os dias, desenrascar-me sozinha noutro país: check. Aprender uma nova língua praticamente do zero: check. Se o meu colega de trabalho imbecil podia ir pastar cocó? Podia. Mas sem ele isto não tinha sido a mesma coisa. Uma pessoa até se diverte com as figuras dele.

E era isto que queria partilhar com vocês meus caros. De vez em quando lá me sai um post sério para variar.

Beijinhos na bunda!

8 comentários

Comentar post

Bem-vindos ao meu diário, um lugar seguro onde podemos falar sobre tudo. Já comentaram hoje? Bisou, da vossa dESarrumada.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Diário em fotos

Desarrumações antigas

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D