Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário de uma dESarrumada

A espalhar o #cagandoeandando por essa internet fora desde 2015.

Diário de uma dESarrumada

A espalhar o #cagandoeandando por essa internet fora desde 2015.

22
Out16

Desarrumações minhas.

Ora bem, levantei-me cedo, fui ao ginásio, cheguei a casa, destralhei algumas zonas da casa que já andavam a meter-me nojo há algum tempo. Estou em vias de fazer a terceira máquina de roupa. Sinto a barriga lisinha, lisinha, devido ao desporto desta manhã provavelmente, uma vez que ontem não caguei como de costume. O tratamento para a obstipação não tem feito grande milagre confesso. Não meti música nenhuma, nem estou a ouvir vídeos ao mesmo tempo que arrumo. Estou no momento presente, como devia estar sempre.


Lembrei-me que de vez em quando costumo deitar-me na cama a olhar para o tecto e a questionar-me sobre todas as decisões da minha vida, a contar os erros que já cometi, um por um, numa espiral descendente de depressão e inquietude. Ansiedade, ansiedade, ansiedade. De vez em quando acho que não estou a ir para lugar nenhum, que o meu futuro vai ser uma merda, que não vou conseguir atingir todos os objectivos que tenho. Fazer a coisa X antes da idade Y. Que vou perder todos os meus amigos em menos de nada se continuar a ser um ser vivo tão repugnante. E é isto, todo o dia, todos os dias.


Hoje lembrei-me disso tudo enquanto estava ocupada a viver o momento presente. E pensei cá para mim o quanto feliz posso ser, mesmo que não esteja a fazer nada de extraordinário. Não estou a viajar, não estou a sair com elas. Nada. Tudo isso que normalmente me ajuda a distrair não está aqui hoje. Estou sozinha comigo própria. E estou a gostar.


Cheguei a outra conclusão: continuo sem saber o que o futuro me reserva. Como não sabia ontem, nem no dia anterior a esse. Não sei onde quero trabalhar a seguir, nem em que área. Não sei se quero continuar em França ou voltar para Portugal. Não sei se quero continuar a falar com ele ou não. Não sei muita coisa sobre a minha vida. Mas hoje, pela primeira vez em muito tempo, isso não me preocupou. Hoje sim, descobri que não preciso de saber tudo sobre o futuro para ser feliz. Que continue assim.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O melhor comentário ganha um biscoito!

subscrever feeds

Diário em fotos

Desarrumações antigas

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D