Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário de uma desarrumada

. desarrumações . emigração . humor parvo . lifestyle . badalhoquices . coisas de gaja .

Diário de uma desarrumada

. desarrumações . emigração . humor parvo . lifestyle . badalhoquices . coisas de gaja .

11
Jul17

Água fresca.

Hoje saí do trabalho apressada, como se tivesse um rendez-vous algures. Mas não tinha, pelo menos com outra pessoa. Estou cansada, cansada de ficar sempre mais meia hora do que o meu horário, às vezes porque tenho imenso trabalho para redigir, outras vezes porque já é hábito ser das últimas e sinto que há olhares "reprovadores" quando saio a horas e deixo "as do costume" a fechar a sala de trabalho. Trabalhar com muitas gajas é tramado... Quem me manda ter escolhido a área da saúde...! Não, estou a brincar, eu adoro a minha profissão! Pena não me ter permitido ter uma vida digna em Portugal, mas isso já são outras histórias.

 

Tinha rendez-vous comigo própria. Sim, às vezes acontece! Peguei nos phones, meti umas músicas novas - já agora a Thunder dos Imagine Dragons está óptima - e fui correr. Corri até me cansar, o que aconteceu após 20 minutos, mas já não é nada mal para quem deixou o ginásio em Abril, tem comido chocolates sem parar e não tem tido os cuidados que costumava ter com o corpo. Confesso que já nem me lembro da última vez que esta pele viu um creme hidratante ou uma esfoliação. Tristeza, tenho que cuidar mais de mim.

 

Ando a pensar em algo mais alegre para te contar porque ultimamente têm sido só tristezas... e talvez o último fim de semana seja adequado. Estive 2 dias com ele, em Paris. Eu sei, eu sei, já devia ter escrito aqui algo... mas ainda estou a digerir tudo, ainda ando na minha nuvem de algodão doce, nesta onda de viver de "amour et eau fraîche".

 

Ele vai voltar para Portugal e não sei que vai ser de nós... só sei que sinto que estou nisto de pedra e cal. Se tivesse a certeza que me desenrascava a arranjar um trabalhito na minha área que me pagasse razoavelmente bem era desta que voltava. Mas como não sei o que me tornaria profissionalmente, prefiro ficar, cumprir com o contrato de dois anos que assinei para receber a tal formação que acabei de fazer e lá vamos nós arriscar uma relação à distância. Pode ser que ele volte a arranjar trabalho aqui, mais perto da próxima vez, por favor. Obrigada.

 

3 comentários

Comentar post

Vamos escolher um nome para o meu vibrador?

Crie seu próprio questionário de feedback de usuário

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O melhor comentário ganha um biscoito!

Diário em fotos aqui:

Mais sobre mim

foto do autor

Desarrumações antigas

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D