Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário de uma dESarrumada

Diário de uma dESarrumada

13
Mar15

Artigos estúpidos #4: ficar irritado com barulhos é sinal de inteligência

Li exactamente agora que ficar irritado com barulhos é sinal de inteligência.  Ah e tal, há uma falta de capacidade de filtrar sons. Um pequeno excerto da notícia:


Os psicólogos envolvidos no estudo indicam que a incapacidade para bloquear informação sensorial irrelevante pode estar fortemente relacionada com a criatividade. Esta filtragem sensorial ‘falhada’, como a descrevem os cientistas, acontece desde muito cedo e involuntariamente.


Os resultados da investigação foram apresentados na publicação ‘Neuropsychologia’ e sugerem que para as pessoas com este tipo de aflição será mais fácil pensar de forma criativa, pois o seu cérebro é capaz de se focar, em simultâneo, num maior leque de estímulos.


Não sei que diga, eu cá gosto de trabalhar com música e muito barulho, gosto de estímulo se é que me entendem... serei um completo esterco a nível criativo??


Maltinha, informo-vos que não irei ser o Picasso da nossa geração, caso ainda tivessem dúvidas.

10
Mar15

Longe mas perto do coração

Estás longe. Sei que não me ouves. Mas tenho saudades tuas. Tantas que não cabem no coração, tantas que prefiro calar estes gritos dentro de mim.

Se pudesses saber eu dizia-te. Mas não posso... o nosso fim, foi aquele fim. Não foi o fim que desejava, não foi o fim que sonhei. Porque para mim o que tínhamos não merecia um fim. Ia ser eterno como o tempo. Ia ser eterno como este sentimento que trago no meu peito.

Sei que te guardo comigo, sei que penso em ti várias vezes por dia. Sei que já lá vão três anos desde o adeus. Sei que ainda me lembro de cada data, de cada abraço, de cada beijo. Mas sei que me lembro muito mais das datas, dos abraços e dos beijos que nunca chegámos a viver. Sei que custou mais o que perdi depois de teres ido embora, o amor que idealizei.

Sei que não querias o mesmo que eu. Mas também sei que ainda pensas em mim, talvez não pelos mesmos motivos que eu penso em ti. Sei que te desejo o melhor, e que de entre muitas despedidas que já te fiz, de entre muitas cartas que já te escrevi, esta também não vai ser a última. 

Desejo sempre que a despedida que te faço seja a última, mas nunca é. Há sempre um dia em que sinto mais a tua falta do que o normal, há sempre um cheiro, uma parte do meu dia que me faz lembrar de ti. Sei que estás sempre presente, que deixaste o teu nome gravado no meu coração a ferro quente. Sei que por muito que tente apagar a cicatriz que deixaste, há sempre um dia em que ela queima mais. Há sempre um instante, qualquer coisa que te traz de volta...

Tentaste falar quando eu vim embora, tentaste uma qualquer aproximação que eu não entendi o motivo, e não fui. As nossas conversas nunca correm bem. Nunca. Eu de ti só queria a mesma coisa que sempre quis, o teu amor. Não quero as tuas migalhas, não quero sexo, não quero falar de vez em quando só porque estás sozinho. Queria-te a ti, por inteiro, sem jogos, sem distância. Já não é possível. De tudo o que era possível antes, agora passou a impossível. A impossibilidade do tudo que não chegou a ser.

Sei que estás longe, sei que já lá vão três anos. Mas também sei que parece que foi ontem o nosso último abraço... e às vezes acho que numa manhã qualquer vou abrir a porta de casa e encontrar-te no carro à minha espera. Para irmos à tal pastelaria que não chegámos a ir. E que entretanto já fechou.

Tem uma boa noite, tem uma boa vida. Até à próxima. Porque há sempre uma próxima.

.............................................................................................................

Desarrumada, amanhã é um novo dia, agora tem uma boa noite com reflexões calmas, amanhã já voltas às javardices.  

09
Mar15

Ambrósio hoje apetecia-me tomar algo... #2

...com algemas nos punhos e cordas a atar os pés vais foder-me com a força que quiseres. Não quero nada ao estilo das 50 sombras, que isso é para meninos. Quero sexo sádico a sério, porque sou uma masoquista a sério. Faz-me feliz sem hesitar.

Sim, é para já minha senhora.

08
Mar15

Ode ao Kebab

Hoje fiz um furo na dieta!
Mas chamemos-lhe um tremendo furo,
No início pensei em ficar quieta,
Mas depois dei-lhe com tudo!

Eu fui comer um valente Kebab,
Daqueles com molho bastante picante,
Seria uma loucura se não me babasse,
Admito que o gozo de o comer foi aliciante.

Tinha pão, queijo e tomate,
Carne, batatas e cebola!
Não estou a querer enganar-te,
Quem lá entra e o come, quando sai até rebola!

Ela é modelo, topi, capa de revista,
Com certeza, imaginais que não falo de mim.
E com aquela Fanta laranja a acompanhar,
Foi todo um conjunto de regalias sem fim!

Gosto destes dias diferentes,
Mas com certeza que sou da opinião,
Que para ser uma verdadeira mulher,
Há que comer um Kebab sem moderação!


 


Espero que tenhais gostado meus amores! Boa semana de trabalho a todos! 

08
Mar15

A desarrumada responde ao desafio: "Tag 7 Coisas"

Muito bem, desafiaram-me e eu como gosto de desafios vou responder ao desafio da querida Aventureira. Chama-se Tag 7 coisas e admito que me fez reflectir em algumas coisas da "bida", por isso aí vamos nós na montanha russa de emoções... não houve lágrimas, juro. Mas preparem-se para conhecer uma dESarrumada que ainda não conheceram...


 


Ora bem:


7 Coisas para Fazer Antes de Morrer: 


- Voltar ao país onde nasci acompanhada pelos meus pais;


- Ser alguém importante na minha profissão, dentro da área que mais amo;


- Encontrar aquela pessoa especial; 


- Comer um prato típico de todos os países do mundo;


- Perder o medo das alturas;


- Ter um negócio de turismo rural na Serra da Estrela;


- Descobrir o meu propósito na vida.


 


7 Coisas que eu mais digo: 


- Foda-se!


- Tenho medo de... (costumo começar muitas frases assim, e é algo que tenho vindo a tentar mudar ao longo do tempo)


- Um dia tenho de...


- Não sei.


- Realmente!


- Uh la la la.


- Bah oui.


 


7 Coisas que faço bem:


- Comer chocolate;


- Meter as pessoas a falar de assuntos perversos (I'm a open book ma people!);


- Mandar piadas secas para quebrar o gelo (arranjar sempre algo perverso para dizer nos mais variados contextos também conta???);


- Expressar sentimentos;


- Arranjar uma solução difícil para algo que era fácil de resolver (hahaha);


- Dar miminhos a quem merece recebê-los;


- Ser romântica e imaginar cenários românticos;


 


7 Coisas que não faço bem: 


- Fazer a depilação a mim própria;


- Arrumar coisas (tenho o dom de arrumar as coisas de forma desorganizada aos olhos dos outros);


- Despedir-me de pessoas quando tenho medo de nunca mais as voltar a ver;


- Dizer o que penso de forma assertiva quando sei que me estão a pisar;


- Fazer amizades duradouras (sim, tenho poucos amigos em quem posso confiar);


- Tomar decisões de vida importantes (mas de forma geral sou muito indecisa);


- Ver o lado positivo das coisas más que acontecem e achar que alguém não fez algo de propósito.


 


7 Coisas que me Encantam: 


- Jantares de família;


- Paisagens esmagadoras (pode ser um pôr do sol, um campo verde a perder de vista, uma montanha, etc);


- Bebés, coisas de bebés, roupinhas pequeninas, animais bebés, vá, tudo que seja relacionado com bebés de qualquer espécie; 


- Andar de bicicleta a alta velocidade numa descida;


- Concertos de música e teatro;


- Fazer sexo;


- Pequenos gestos de carinho vindos do nada.


 


7 Coisas que eu amo: 


- A minha família;


- Aveiro, sem dúvida;


- Assuntos femininos (gravidez, etc);


- Dormir agarradinha a alguém que goste muito;


- Decoração simples, com muito branco à mistura;


- Verão e passar as tardes na piscina;


- Ficar a flutuar na água do mar;


 


7 Coisas de que eu não gosto: 


- De neste momento ter um caso de cancro num familiar próximo;


- Pessoas que gostam de inferiorizar os outros;


- Injustiças da vida, como por exemplo algumas pessoas terem algo bom e não o saberem aproveitar, quando há pessoas a lutar para ter o mesmo e não conseguem;


- Período, estrias, celulite, no meu corpo;


- Palavras mal ditas em contextos mal escolhidos;


- Ver as oportunidades a fugirem-me por entre os dedos, tal e qual areia;


- Dor.


 


7 blogs que eu indico para responder ao Desafio:


Just Smile


Uma carta fora do baralho


E Agora? Sei Lá!


Vida às Fatias


Blog do Caixote


Kruzes Kanhoto


Simples e Nice


 


P.S.: Admito que responder à pergunta "7 coisas a fazer antes de morrer" custou um pouco, porque a morte aos 23 anos é algo que vejo como muito distante, espero. E pensar já nela como algo que vai acontecer sem saber quando, faz-me hesitar nas escolhas porque tenho medo de escolher coisas demasiado fúteis ou cujo acontecimento é "demasiado" longínquo. 

05
Mar15

Desarrumada, a rainha da procrastinação

Ontem tive a feliz ideia, e também devido ao cansaço, de me deitar mais cedo! Eram cerca de 23:30h e já eu estava na caminha. Loucura, han? Para quem normalmente se deita entre a 1:30h e as 2h, dormir 8 horas certinhas foi refrescante!

Admito que acordei cansada na mesma, mas poderá ser o acumular de muitas e muitas noites de sono curto.

Sabem o que não é curto? O meu arsenal de desculpas para me deitar tarde:

- Ah e tal, preciso de ir ver a minha conta online;
- Ah e tal, lembrei-me de arrumar só aqui uma gavetinha e já vou dormir;
- Ah e tal, antes gostava tanto de desenhar, tenho que voltar a desenhar, agora mesmo;
- Ah e tal, vou pesquisar no google vários tipos de chás;
- Ah e tal, este site de decoração de interiores é brutal;
- Ah e tal, deixa-me ver os destaques dos blogs do sapo;
- Ah e tal, tenho que me actualizar nos vlogers do Youtube que sigo;
- Ah e tal, como se chamava aquela música que ouvi naquela viagem de autocarro em 2011?;
- Ah e tal, este site de fitness está brutal;
- Ah e tal, sempre gostei de decoração de interiores;
- Ah e tal, apetece-me ver porno hoje antes de dormir, só 15 minutos não fazem mal a ninguém;
- Ah e tal, será que ainda consigo fazer 30 segundos de prancha?;
- Ah e tal, tenho mesmo que organizar o meu mail/ disco externo/ pasta da universidade/ pasta das músicas/ pasta das fotos;
- Ah e tal, já que aqui estou deixa-me ouvir o 1º CD da Avril Lavigne;
- Ah e tal, encontrei estas fotos com o ex, deixa-me ir cuscar o facebook dele;
- Ah e tal, nunca mais entrei no facebook daquela pita cheia de mania da secundária;
- Ah e tal, já são 2 da manhã, se calhar tenho que ir dormir.

E pronto, boa tarde que daqui a pouco vou bombar mais um bocadinho no ginásio. Amanhã vou tentar pesar-me. Espero ficar contente.

03
Mar15

Acho que tenho algum distúrbio mental grave

Estava na sanita, a realizar os meus afazeres diários, enquanto usava a internet do telemóvel como sempre, e lembrei-me de mandar uma mensagem no chat do Facebook à petite, que é a minha esplendorosa colega de casa (sim, convém dar alguma graxa à moça que ela faz-me o jantar quando vou ao ginásio e até é uma porreira), a dizer o seguinte: "a sanita mandou dizer salut!":

Salut porque é uma sanita francesa e deduzo que nunca tenha aprendido a dizer Olá.

Bem-vindos ao meu diário, um lugar seguro onde podemos falar sobre tudo. Já comentaram hoje? Bisou, da vossa dESarrumada.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Diário em fotos

Desarrumações antigas

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D