Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário de uma dESarrumada

A espalhar o #cagandoeandando por essa internet fora desde 2015.

Diário de uma dESarrumada

A espalhar o #cagandoeandando por essa internet fora desde 2015.

31
Dez18

Resumo d'O blog da dESarrumada em 2018

2018 foi um ano conturbado aqui no blog, entre períodos de maior presença e outros de ausência cá fui aparecendo para vos brindar com as minhas pérolas. Chegaram seguidores novos e outros desapareceram. Recebi emails de carinho e apoio durante as ausências e recebi outros a dizer que iam deixar de me seguir por X razões, entre outras, os meus conteúdos "já não corresponderem às expectativas"... Amigos na mesma, a vida é o que é.

 

Cresci enquanto pessoa. Cresci enquanto blogger. Fiz as minhas experiências, algumas que resultaram, outras não. Partilhei algumas coisas no blog e outras guardei para mim. Espero que 2019 seja um ano de novas aventuras, muitas e boas, para partilhar aqui neste antro de miséria. Espero também que a minha vida seja menos miserável para o ano - apesar de saber que os posts de miséria são os que mais trazem visualizações ao blog, também quero que a vida me corra bem, porra! Relativamente aos amores e vida profissional... os grandes assuntos merdosos de 2018... este ano foi rico em situações típicas para dizer shit happens e outras muito boas, ora vejamos:

 

- Em Fevereiro acabei uma relação de 1 ano e alguns dias. Que foi começada entre eu e Ele estando em países diferentes. Ele era o meu amigo de infância, que conhecia desde que nasci e que amei muito... mais do que pensava ser imaginável. Nunca mais falámos. Fiquei um caco emocional, e talvez ainda esteja a sofrer de sequelas disso e as minhas escolhas não sejam as mais correctas neste campo... mas estou a conseguir sobreviver e a seguir em frente o melhor que posso e consigo e isso já é de louvar;

 

- Entre Março e Julho tentei duas relações com dois rapazes que conheci no Tinder na esperança de encontrar o tal... uma estratégia de coping para lidar com o luto que se veio a verificar ser muito má... correu mal na primeira e pior na segunda;

 

- Em termos de viagens em Fevereiro fui a Marrocos e visitei 4 cidades diferentes e dormi numa tenta no meio do deserto do Sahara... Onde assisti a um nascer do sol inesquecível! Adorei, foi uma viagem perfeita! // Viajei sozinha por Portugal durante o mês de Junho visitando a cidade de Faro e Évora! Faro já conhecia mas tinha que lá voltar porque foi amor à primeira vista! E Évora fui pelo Templo, que adorei! A vida por lá parece tão calma, e as casinhas amarelas, encantador! // Já em Outubro fui a Barcelona com a Hello! Foi brutal, comi bastante e visitámos coisas interessantíssimas, entre elas o Museu Erótico! Lindo!

 

- E Novembro o colhão com pernas despediu-se e 4 colegas foram embora. Numa equipa de 9 só sobrámos 5 e desde então que o trabalho anda de loucos!

 

- Quis fazer voluntariado internacional, mas, apesar de ter começado o processo, isso ficou em stand-by... não sei bem explicar porquê... talvez por me sentir muito jovem e achar que ainda tenho pouco para dar a uma equipa no terreno! Houve tantas vozes na minha cabeça a dizerem-me que ainda não era o momento e eu fui atrás. Burra. Um projecto ao qual quero voltar, não sei quando. Não vou fazer planos para 2019. Até já tenho medo de interferir com os desígnios da vida por isso vou ficando quietinha até sentir outra vez o impulso!

 

- E não, não perdi os 10kg que queria perder em Janeiro! (mas alguém realiza este tipo de resoluções relacionadas com peso??? ) mas li muito, bastante! Desde que estou em França foi o ano em que li mais! Espero continuar pelo mesmo caminho em 2019.

 

Foi um ano calmo em termos de projectos pessoais e profissionais. No entanto, valeu a pena pela auto-descoberta que todas estas merdilhices me proporcionaram! Estou uma pessoa mais rica, não em guito, mas em sabedoria e naquilo a que chamam despertar da consciência! Mudanças esperam-se! 2019 é o ano! Façam figas por mim.

 

Para nos despedirmos de 2018 em grande deixo-vos o relatório anual que recebi por email da equipa do SAPO, muito obrigada a todos que têm passado por aqui 

 

"No último ano, o blog publicou 213 posts e gerou um total de 695 reações e 1761 comentários. Toda esta atividade atraiu ao blog 12.523 visitas, que entre comentários, pesquisas e todo o tipo de consultas fizeram 47.709 visualizações.

 

Posts mais visitados

Os posts mais visitados do blog no último ano:

  1. Está oficialmente aberta a época do escaldão.
  2. Dinheiro = amor
  3. Quando a personagem principal do teu blog morre.
  4. Dicas para se escrever num blog que fui aprendendo ao longo de 4 anos.
  5. O meu melhor amigo tem um desafio para vos lançar.
  6. Os meus 12 Desafios para 2018
  7. Lembram-se daquele moço do Tinder que não me beijou no 2º date?
  8. Ao telefone com a mãe v.2 #4
  9. Preciso da ajuda do público!
  10. Desinstalei a app do Insta.

 

Os mais comentadores

Os comentários são a forma mais recompensadora de feedback para um autor. Por sabermos a sua importância, fomos à procura dos autores SAPO que mais comentaram o seu blog em 2018. Não deixe de lhes agradecer!

  1. a dESarrumada (engraçado eles meterem o próprio blogger na estatística! haha)
  2. Triptofano!
  3. P. P.
  4. Happy
  5. Gorduchita
  6. A Desconhecida
  7. #RapazSecreto
  8. Fátima Bento
  9. Ninita
  10. Paula Rocha"

 

 

Queria deixar aqui uma ressalva importante: o Nuno, mais conhecido como Urso na Sapoesfera, foi sem dúvida a pessoa que em 2018 mais comentou o meu blog! Este e tantos outros blogs foram visitados pelo Urso, e tenho a certeza que ele poderia ter figurado em muitos dos tops 10 dos relatórios desta praça! Ele fez a maior parte dos comentários de 2018 com um blog que entretanto apagou... e posteriormente voltou para o Sapo com o blog que tem agora, por isso não foi, infelizmente, contabilizado nas estatísticas. Nuno, sei que em 2019 não vais desistir! Força! E obrigada. 

 

Beijo na bunda e um bom 2019 para todos! 

30
Dez18

Os desejos de Rosalina parte II

Ainda estamos em 04/2015. Isto vai ser escrito em modo This is us... Mistura de passado com o futuro (para quem não vê a série). Porquê? perguntam vocês... porque uma vez que eu comecei a história em 2015 e já estamos quase em 2019, muita coisa se passou com cada personagem, e como eu sou a autora, eu sei tudo... é ÓBVIO que faz sentido acompanhar as personagens no passado, presente e futuro. Pelo menos na minha cabeça faz  

 

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Era domingo, dia de ir à missa. Rosalina aperaltou-se toda, camisa branca a fugir para o transparente e saia preta até aos joelhos. Batom vermelho nos lábios, perfume no pescoço, e sandálias de salto. Provocante, mas sem parecer ordinária, pensou ela enquanto se mirava no espelho do corredor.

 

A missa correu bem, o sermão do padre foi sobre a generosidade e abondade das pessoas para com o próximo. “Algo que está a faltar muito na nossa sociedade” – pensou Rosalina enquanto saia da igreja. Ao passar pelo famoso Café Central, como qualquer outra vila tem, o salto da sandália ficou preso num paralelo e esbardalhou-se no chão. Muito prontamente, ao olhar para cima enquanto se levantava, deu de caras com o homem alto da barba ruiva, que lhe estendia a mão para a ajudar a levantar. Ela como mulher forte e independente que é, não o agarrou na mão, levantou-se sozinha e agradeceu a amabilidade.

 

- Você é a rapariga que trabalha na mercearia? Eu chamo-me Fausto. Trabalho na oficina do Zé Escafuncha há cerca de duas semanas. – disse-lhe Fausto amavelmente.

 

- Ah, bem me parecia que a sua cara era nova por cá. Eu chamo-me Rosalina, e estou pela mercearia da minha mãe, a dona Azália do António, enquanto ela está no hospital por causa da operação aos rins. 

 

- Muito bem, prometo que vou passar com mais frequência por lá. – diz-lhe Fausto com um sorriso maroto.

 

Rosalina despediu-se com um “até uma próxima” e afastou-se, incrédula com o atrevimento do homem, mas ao mesmo tempo curiosa por saber mais sobre ele.

 

Nesse dia chegou a casa, e masturbou-se a pensar naquela mão grande e grossa que Fausto lhe estendeu. Dormiu tranquila.

 

29
Dez18

A minha vida amorosa a descambar em 3... 2... 1...

Dedici deixar de usar o Tinder para encontrar o homem da minha vida (LOL) e começar a usar a aplicação como deve de ser! A César o que é de César, e se o Tinder é uma aplicação para a foda, então é para a foda que a dESarrumada vai usar a aplicação. 

Hoje vou ter o meu primeiro encontro com um gajo que é um perfeito desconhecido, em casa dele. E o António Vibrações vai comigo, porque eu apresentei-os um ao outro em fotos e eles gostaram muito um do outro (vá, o moço desconhecido gostou mais do António do que o António do moço desconhecido, mas isso já são outras histórias).

E mais uma coisa...  admito que o moço não é assim tão desconhecido, já vi a pila dele nas mensagens do Instagram, e no Whatsapp, e até num pobre e triste MMS (ainda há quem envie estas coisas? ). A partir de agora este moço vai ser chamado de pila#1.

28
Dez18

Follow Friday | Conjugação do verbo Coisar

Eu coiso

Tu coisas

Ele coisa

Nós coisamos

Vós coisais

Eles coisam

 

Já sabem que aqui neste canto da dESarrumada só partilho links para blogs bons.

 

O Coiso é um desses blogs bons, com imagens bastante explícitas (se estiverem no trabalho não abram, mas se estiverem no trabalho também não deviam estar nos blogs... quem nunca???) e uns contos eróticos bastante sugestivos. O Coiso escreve com a alma, e dá-lhe com força... nos sentimentos... do bilau!

 

Eu gosto... e vocês já conheciam?

Como quem não quer a coisa

 

27
Dez18

Os hits da rádio aqui na France #9

A prova de que se pode fazer sucesso na indústria musical e ser-se feio que nem uma bota. Se este moço conseguiu ser um dos artistas mais ouvidos em França tu, seja qual for o aspecto da tua tromba, também conseguirás realizar os teus sonhos mais loucos! É claro que, o talento do moço é obviamente inegável, eu pessoalmente adoro as músicas dele... por isso, se fores feio e um zero à esquerda a cantar, é melhor não ires por aí! É que ser-se bonito e cantar mal, a coisa ainda vai, feio e cantar mal, não dá... ah espera, lembrei-me de uma pessoa...  

 

 

26
Dez18

Produto da semana // Christmas Ugly Sweater

Que a moda não é para ser entendida já todos percebemos. Nos últimos anos começou a florescer pela Europa a moda da "Camisola feia de Natal". É ver casais com camisolas a combinar, é ver famílias inteiras a tirar uma foto para as redes sociais com a dita camisola em frente à lareira da Avó Azuleida, até o bicho-cão tem direito à sua camisola feia! Isto vale tudo.

 

O estilo "mau gosto", "foleiro", "piroso", seja o que for que lhe queiram chamar, está na moda! E parece que veio para ficar. Eu vou abster-me de dar a minha opinião inicial sobre estas camisolas. aliás, vou dar na mesma, no início achava isto horrível! Agora... agora meus caros, só vos digo isto: água mole em pedra dura, tanto bate até que fura! Já andei a ver modelitos na internet e para o ano vou aderir à moda, ai se não vou! Este ano já vou é tarde! 

 

Christmas-Tree-ugly-Sweater.jpg

 

christmasuglysweater1.jpg

 

christmasuglysweater2.jpg

 

christmasuglysweater3.jpg

 

christmasuglysweater4.jpg

 

ugly-christmas-sweater-ideas.jpg

 

(Fotos retiradas da internet, no Google imagens, não faço ideia quem são os autores, portanto não me azucrinem o juízo)

25
Dez18

O presente do António.

Para me consolar de ter passado o Natal em França longe da família e, uma vez que o Pai Natal não me trouxe o gajo bom que eu pedi, resolvi oferecer-me, a mim e ao António Vibrações, um presente único. Ele teve a oportunidade fantástica de conhecer a porta das traseiras! 

 

Foi giro e finalmente percebi o significado da expressão "estar com o rabo tremido".

 

23
Dez18

Ainda sobre os gilets jaunes à la tuga!

Epah, está mal, marcarem aquilo para um dia de trabalho? Em dezembro? A 4 dias do Natal? Estão doidos! Aquilo bem organizadinho tinha tido muito mais adesão. Eu proponho que voltem a repetir tudo no dia 31 de Julho (porque depois entr'Agosto e as pessoas têm mais que fazer, como por exemplo meter-se na fila para entrar no Algarve). Então é assim, a malta leva uns assadores com carvão (preço a dividir entre todos), fazem-se umas parcerias com uns talhos e umas peixarias em cada cidade, com alguma sorte a Super Bock patrocina o evento porque essa está em todas (já agora a Gazela dá um jeitinho e manda para lá umas garrafitas), eu peço à Avó Maria para doar algumas chouriças à causa, chama-se o Quim Barreiros e o seu acordeão e está montada a manifestação. Aquilo fica assim tipo baile da aldeia mas o dress code é o belo do colete amarelo. Iam ver as taxas de adesão a subir! Confiem aqui na dESarrumada que eu não duro sempre...

 

giletjaune.jpg

 

23
Dez18

Os desejos de Rosalina.

Querem ler um conto erótico escrito pela vossa querida dESarrumada não querem? Ah pois querem!!! Em Abril de 2015, tinha o meu primeiro blog " A dESarrumada" uns 4 meses, comecei a escrever um conto sobre a Rosalina.

Nunca o cheguei a publicar mas ele ficou num documento Word que encontrei este fim-de-semana por acaso. Ri-me. Tinha muita imaginação e ainda me lembro vagamente do futuro que queria dar a cada personagem. E decidi publicar o texto por aqui, para vos brindar com a minha imaginação fantástica de 23 anos.

Senhores, dai-me coragem para acabar esta obra de arte! Com quase 4 anos de intervalo entre a data incial de escrita e a continuação, apresento-vos o primeiro episódio da história da Rosalina sem modificações. Pode ser que seja desta que o meu desejo de escrever contos eróticos se concretize!

 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Os desejos de Rosalina 1 05/04/2015

 

Vou usar este blog para vos contar a história da Rosalina. A Rosalina é uma moça de bem, uma moça de boas famílias. E como todas as moças de boas famílias a Rosalina quer encontrar um homem que a preencha e que lhe dê uma vida confortável. Nesta altura de crise, R sonha com um homem que tenha emprego estável, carro e que não tenha dívidas à segurança social.



R trabalha numa mercearia, todos os dias às 8 horas e meia da manhã, ela roda a chave do estabelecimento, mete os mostradores da fruta cá fora, coloca os papéis dos preços nas respectivas frutas, e começa a sua jornada de trabalho. O primeiro cliente entra pontualmente, como todos os dias, é a Dona Isaura, vem comprar o seu pacotinho de leite fresco e o seu pão rico sem côdea.


- A côdea é coisa do demónio, menina R. Mete-se entre a placa e depois é um cabo dos trabalhos para limpar. – Diz Dona Isaura indignada. A sua vasta idade já não lhe permite conservar os seus dentes de origem, nem a eficácia e paciência necessária para tirar a placa e lavá-la.

 

Dona Isaura sai, e a Rosalina começa a ler o jornal do dia. Mais um incêndio, mais um Verão que começa mal. “Quando é que os incêndiadores começam a ser punidos como deve de ser??” E foi com este pergunta em mente, que R ao levantar a cabeça, dá de caras com um homem alto e de barba ruiva que a olhava por cima do balcão.

 

- Em que posso ser útil? – pergunta educadamente.

 

- Quero uma caixa de esfregões de palha de aço. E uma garrafa de água de litro e meio. – pede-lhe o cliente, homem encorpado, que vestia um fato de macaco azul, já muito escurecido pelas manchas de óleo, provenientes dos carros que arranjava.

 

R aprontou-se a ir buscar os pedidos do senhor. Enquanto se baixava para pegar na garrafa, o homem olhou-a de soslaio, como qualquer outro homem teria feito ao ver uma mulher de saia e de rabo para o ar.

 

R colocou as compras em cima do balcão, disse o preço, o homem pagou e saiu sem pedir factura. R olhou-o enquanto se afastava. “Que homem charmoso, no entanto, de poucas palavras.”

 

Fausto era o seu nome, viria a descobrir mais tarde.

Pág. 1/3

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O melhor comentário ganha um biscoito!

subscrever feeds

Diário em fotos

Desarrumações antigas

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D