Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário de uma desarrumada

. desarrumações . emigração . humor parvo . lifestyle . badalhoquices . coisas de gaja .

Diário de uma desarrumada

. desarrumações . emigração . humor parvo . lifestyle . badalhoquices . coisas de gaja .

04
Jul17

Redes sociais.

Nos últimos anos, talvez três, tenho andado a viciar-me gradualmente em tudo que é redes sociais. Acho que esta situação piorou bastante desde que emigrei. A solidão fez-me recorrer às redes sociais como um "aconchego", uma forma de ver o que os amigos estão a fazer e o que tem acontecido por lá... 

 

Mas a verdade é que esta situação me tem feito mais mal do que bem. Uso abusivamente de tudo que seja redes sociais, na falsa esperança de que isso me aproxime de alguém, mas a verdade é que só me tem afastado da pessoa mais importante da minha vida: EU. 

 

Passo a explicar... antes de ser tão dependente de redes sociais eu era aquele "bichinho" solitário que adorava ler, desenhar, pintar, inventar histórias, ir para a rua simplesmente passear e olhar para a natureza. Hoje em dia já não sou assim. Dou por mim a entrar numa espiral diária de comparações, a tentar tirar uma boa foto para o Instagram, a só fazer coisas que possa mostrar nas redes sociais, talvez numa tentativa de mostrar aos que estão no Bali ou em Ibiza, que eu cá também tenho uma vida interessante. Nos raros dias em que pego num livro ou começo a desenhar qualquer coisa fico com aquela sensação de ter uma vida miserável e solitária, que podia estar a fazer algo de espectacular, como eles, aqueles que estão ali no stories ou no daily vlog

 

Não me sinto nada satisfeita com a vida que tenho levado.Sinto-me desconectada de mim mesma, sinto-me perdida dentro de mim. Deito-me sempre tarde porque fico a fazer scroll down até às duas da manhã ou a ver vídeos no Youtube... mas eu sei perfeitamente (ou acho que sei!) que se não estivesse tão desorganizada conseguiria fazer as coisas que me interessam em horários decentes, até porque não chego a casa assim tão tarde como isso. Costumo estar em casa por volta das 18h... O que me anda a bloquear então??? Porque não consigo ser mais produtiva?

 

Vou continuar nesta introspecção à espera de uma solução milagrosa. Mas a verdade é que já cortei um pouco no uso das aplicações do telemóvel... para tentar reduzir aos poucos esta dependência. Isto não é uma tentativa de ser hipster e dizer "ai, as redes sociais são uma porcaria, vou desistir de vez", não, isto é só um grito para mim própria, um grito de "PÁRA, RESPIRA E NÃO TE PERCAS". Quero voltar a ser quem era antes, não é pedir muito pois não? 

 

03
Jul17

La La Land.

Acabei de ver o filme La La Land.

 

Agora estou aqui a chorar baba e ranho.

A pensar em todos os amores que poderiam ter sido,

E não foram.

A pensar em tudo que poderia ter acontecido,

E não aconteceu.

 

Será que naquele momento antes de morrermos,

A vida que nos passa à frente dos olhos é aquela que vivemos?

Ou aquela que deveríamos ter vivido?

Um dia teremos encontro marcado...

Num mundo perfeito.

 

03
Jul17

O peso.

Voltei à comida saudável. Voltei às minhas ideias de perder peso depois de duas semanas de abusos constantes devido a ansiedade... estranhamente hoje sinto-me calma e é segunda-feira... será que foi porque consegui dormir mais esta noite?

Já reparei que quando o meu sono é uma merda, apetece-me comer mais porcaria.

 

Hoje no final do trabalho fui comprar umas coisinhas saudáveis para me motivar. Comprei farinha de amêndoa para fazer um banana bread - porque o vício de doces não vai embora assim tão facilmente, preciso de continuar a alimentá-lo, mas desta vez com alternativas saudáveis - e não comprei um único chocolate (vitória, vitória!  para mim ir ao supermercado sem comprar chocolate é quase missão impossível).

 

E ainda por cima estou na semana antes do périodo, a mais díficil de todas... aquela em que uma pessoa tem vontade de comer este mundo e o outro! Ora vamos lá cozinhar o bolinho e preparar o almoço para amanhã! Porque aqui a je também vai começar a levar a comida para o trabalho... só mudanças, só mudanças! Wish me luck!!!

02
Jul17

A dona de casa.

Quando é que me tornei no tipo de pessoa que deixa as tarefas da casa atrasar tanto ao ponto de já não ter nenhuma roupa de Verão para vestir? Ainda bem que assim de repente diria que estamos em Outubro, com tanta chuva e frio que tem estado, se não nem sei como me teria safado. Acabei de meter uma máquina de escuros a lavar e corri a casa toda à procura de peças pretas espalhadas pelos diversos cantos. Cheguei ao ponto de meter o fato-de-treino preto que tinha vestido là para dentro... sim, porque como já deves ter percebido, esta casa tem estado uma confusão e eu estou a escrever isto em roupa interior, sentada no chão da sala. Não é por acaso que me auto-intitulo de Desarrumada, é o que sou, é a minha identidade. Não poderia ser de outra maneira.

 

E isto de ser desarrumada é tanto no espaço físico como na cabeça. Tenho a cabeça sempre a mil, a vida passa-me à frente tão rápido que nem tenho conseguido acompanhar. Por isso, hoje que tive finalmente um tempinho livre, decidi arrumar um bocadinho, numa tentativa frustrada de dar um ar mais decente a este apartamento. Também decidi que vou comprar um sofá. Tinha decidido ser minimalista, tentar ter o mínimo possível de móveis, assim quando tivesse que voltar a mudar-me teria a tarefa facilitada... mas sinto falta de chegar a casa e de ter um cantinho para me sentar a ler, de ter aqueles serões com um chá e uma série enrolada na manta - manta que mal utilizo desde que me livrei daquele sofá horrendo às flores amarelas. Ter um sofá é uma fonte de momentos tão hygge, sempre soube disto mas andava em negação, só pode.

 

Depois vou meter uma planta grande na sala, daquelas que têm várias folhas compridas, tipo palmeiras em miniatura. Gostava de te conseguir explicar isto melhor, mas depois vês. Tenho que me apropriar deste apartamento, torná-lo meu antes que ele se aproprie de mim e me sugue toda a esperança de dias melhores, qual Dementor de Azkaban esformeado.

 

Pág. 2/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O melhor comentário ganha um biscoito!

Diário em fotos aqui:

Desarrumações antigas

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D