Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário de uma dESarrumada

A espalhar o #cagandoeandando por essa internet fora desde 2015.

Diário de uma dESarrumada

A espalhar o #cagandoeandando por essa internet fora desde 2015.

19
Jul16

Esquemas telefónicos para sacar dinheiro à malta.

Hoje ligaram-me do banco a dizer que tinha recebido 50% de desconto na minha mensalidade ou anualidade Mastercard, já nem me lembro bem dos detalhes de tão enervada que fiquei. Feita parva quando a senhora me pediu a data de aniversário dei, e até aí tudo bem, ela já sabia a minha morada e nome completo.


"Ah e tal vai receber os dados da campanha na sua morada, com uma descrição detalhada, depois se tiver dúvidas pode falar com o seu conselheiro que ele já está a par da situação." - diz a senhora muito entusiasmada ao telefone. Aqui é que a porca começa a torcer o rabo, primeiro, não tenho conselheiro atribuído oficialmente porque a minha antiga conselheira mudou de agencia muito recentemente... "devem ser bruxos estes!", pensei.


Disse que sim, quando ela mais uma vez me perguntou se estava interessada na proposta - até que a senhora se sai com a bela frase "ah, para confirmar a campanha preciso das suas coordenadas de entrada na conta internet, deduzo que saiba de cor?".


Apeteceu-me rir na cara da senhora, mas em vez disso só desliguei e pensei: "queres ver que sou parva e já te dizia assim de mão beijada como aceder ao meu guito! parola!" Só espero não ter feito asneira quando lhe disse a minha data de nascimento... mas vou ficar atenta!

18
Jul16

Sobre as toalhitas.

Quando estava em Portugal tinha uma vizinha que me falava regularmente da sua vida como emigrante em França. Foi uma senhora que trabalhou nas limpezas alguns anos e costumava falar dos hábitos de limpeza da casa dos franceses, e uma temática que ela abordava bastante era o uso de toalhitas.


"Ai menina, aquela gente não conhece pano e água, aquela gente só conhece toalhitas. Até a sanita limpam com as toalhitas! Uma pouca vergonha, como se aquilo limpasse alguma coisa." - ia dizendo a senhora de cada vez que falávamos sobre a França, na altura estava eu muito longe de imaginar que viria parar aqui.


A verdade é que, desde que estou em França, sempre que entro na zona do supermercado onde estão os produtos de limpeza, olho com desdém para as tão malfadadas toalhitas. Eles aqui chamam aquilo de lingettes, e sempre que olho para elas penso "nunca na vida!".


No entanto, 1 ano e meio depois, já desesperada por achar que só faço limpezas e arrumações nos meus tempos livres, decidi experimentar. Comprei toalhitas para o WC.


Meus caros, arrependi-me de ter gozado com aquilo, sinceramente elas mudaram a minha vida. Nunca limpar a cagadeira foi tão simples. Obrigada destino, obrigada por teres cruzado o meu caminho com as toalhitas mais eficazes que já conheci.

17
Jul16

Já vos disse que medito?

Sim, de vez em quando acontece-me fazer parte do grupo dos espirituais, dos que estão sempre bem com tudo. O restante 80% do tempo estou constantemente a preocupar-me com tudo e a ser uma chata do pior, mas isso agora não interessa nada, coff, coff.


Hoje fui com umas amigas a um laguinho aqui na zona, fizemos um piquenique juntas e depois ficámos na borda do lago deitadas numas toalhas a apanhar sol e relaxar. A sombra mexeu e fiquei exposta ao sol, no início até estava bem, mas depois comecei a aquecer demais. Decidi ir para outro cantinho que estava mais à sombra e meditar. Sim, fiquei a meditar uns bons 10 minutos, até que... chega um pássaro vindo não sei de onde e faz cocó no meu ombro direito! Ai, filho de uma grande... !!! Nem tu consegues arruinar o meu estado de espírito tão zen, pássaro d'um caneco! Se te apanho no espeto...!


Deixo-vos as fotos que tirei à beira do lago para vocês também poderem sentir a paz que este lugar transmitia... até chegar o pássaro maldito! Ohm... ohm... ohm... soltem daí esses mantras maltinha!


IMG_20160717_141407[1].jpg


 


 


IMG_20160717_141416[1].jpg

16
Jul16

Vou mudar de casa maltinha.

Uma vez que alguns assuntos deste blog não fazem grande sentido para mim nesta fase e consequentemente tenho vindo a sentir-me desmotivada para escrever, decidi criar outro cantinho para mim e assim começar do zero. Vou continuar a ser a mesma (para quem estava preocupado!) e não, apesar do nome, não é um blog sobre arrumação nem home decor! A sério que pensaram isso?? Até parece que ainda não me conhecem! hahaha

 

Arruma-te, pá!

Beijinhos 

16
Jul16

E se fosse comigo?

Hoje acordei com aquele pensamento estranho, talvez egoísta, sobre os atentados. E se fosse comigo? Sabendo que viajo regularmente para grandes cidades de França, que ando regularmente de metro e visito aeroportos algumas vezes por ano. Sendo a França, ultimamente, um dos alvos preferidos, as probabilidades de acontecer algo, em qualquer lugar, estão sempre aumentadas.


Não ouço dizer para nos escondermos nem algo que se pareça (aliás, por aqui incentivam sempre as pessoas a continuar a sua vida normal, sem medos), mas o pensamento do "E se...?" permanece, admito. E se um dia estiver no lugar errado à hora errada? E se alguém que eu conheço estiver lá? É sempre fácil rezar pelos outros, mas quando são os nossos as dores são inexplicáveis. É uma dor tão grande que nem consigo imaginar o que sentiram os familiares das vítimas em Nice quando viram o camião aproximar-se. É inimaginável, e não há palavras que o descrevam.


A verdade é que o medo, apesar de tudo, é um sentimento humano, faz parte da nossa natureza, e virá ao de cima sempre que houver um episódio destes, quer queiramos quer não.


Sim, sei que o ideal (se houver um ideal a seguir!) é continuar a vida sem medos. Medo é o que eles querem que nós tenhamos. Mas nestas manhãs tranquilas de Sábado, sozinha no meu quarto, não é fácil usar a máscara da coragem.


Continuemos o nosso percurso e acreditemos que um dia a paz vencerá. Um dia.

16
Jul16

O primeiro | Quem sou eu?

Porque o outro blog já estava a rebentar pelas costuras com tantas tags desorganizadas e cheio de recordações que não faço questão de voltar a ler nesta fase da minha vida. Porque quando comecei nesta vida dos blogs, há cerca de ano e meio atrás, era uma simples desarrumada sem jeito para a coisa, mas agora tento ser uma rapariga com alguma classe (oh yeah, engana-me que eu gosto!), e por isso quero (tentar) manter um nível de organização considerável nesta nova versão.


Por isso, aos poucos vou mudar o meu canto desarrumado para aqui e meter o outro blog em stand-by. Sintam-se à vontade, metam os sapatos onde quiserem (não literalmente em TODO o lado, mas quem sou eu para julgar?), e refastelem-se que aqui a je tem algumas na manga para vocês.

Espero que gostem aqui do meu "mais novo"! Beijos na bunda!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O melhor comentário ganha um biscoito!

subscrever feeds

Diário em fotos

Desarrumações antigas

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D