Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário de uma dESarrumada

Diário de uma dESarrumada

23
Jul21

Uma das cenas que adoro em França.

É que aqui ninguém fica chocado quando dizes que vais tirar três semanas de férias em Agosto depois de já teres tirado uma semana em Julho.

 

Adoro esta paixão que os franceses têm de não fazer um cu. Ir de férias em França é todo um lifestyle sagrado. Se quiserem ver um francês chateado tirem-lhe as férias e a baguette e... Corram, corram muito ! Porque ele junta mais uns quantos em modo manifestação e vai atrás de vocês a gritar e a agitar bandeiras a dizer "je suis baguette" e "je suis vacances" 😂

 

Nem brinquem. Não digam que não vos avisei. 

 

Beijo na bunda 💋🍑

22
Jul21

O que é ser alguém na vida?

Esta aventura que tive com este último rapaz tuga que trabalhava que nem um "cão" para ser alguém na vida, deixou-me a pensar...

Será que somos só o nosso trabalho?

Será que a única coisa que nos define é o número de dígitos na nossa conta bancária?

Se não tiver dinheiro, se não me estourar no trabalho, dando cabo da saúde física e mental, então torno-me ninguém na vida? Imaginando que sou esse famoso ninguém na vida, então o resto do tempo sou o quê

20
Jul21

30, caralho!

Pode-se deixar asneiras nos títulos dos posts? Já nem sei. 

 

Estive ausente, muito ausente. Mas muita coisa aconteceu... vou contar tudo já, peguem num cházinho, metam um vibrador no rabo - que aqui gostamos de ser inclusivos e cu é um buraco que toda a gente tem - liguem o dito cujo na velocidade máxima e vamos a isto!

 

Em Abril fiz 30 anos! T R I N T A! Conseguem acreditar? A vossa dESarrumada já é uma trintona?!? 

Eu comecei a escrever aqui com 23 aninhos... uma menina acabada de emigrar!  Ponha a mão no ar quem me lê desde o início???  

Entretanto, desde Abril, tornei-me numa adulta responsável e crescida! Só que não! 

Passei o aniversário confinada, pelo 2º ano consecutivo festejei a minha festa no Zoom. E pensar que há uns anos atrás esta situação seria inimaginável. Antigamente era tão fácil entrar num avião e só ir.... lembram-se??? Eu ainda sou do tempo em que comprava os voos para passar um fim de semana fora com algumas poucas semanas de antecedência.... lembram-se??? Parece uma outra vida.

Na semana a seguir ao meu aniversário descobri que o Titi foi viver com a ex rica no centro de Paris. Fiquei fodida. Com o ego muito afectado na verdade, acabamos no dia 30 de Novembro, e no dia 30 de Abril ele já estava a morar com a gaja que teve antes de mim, com quem continuava a falar, e com quem me dizia ser sóóóóóóóóó amigo, "porque eu fico amigo de todas as minhas ex"  Pois, nesta de dizerem que são só amigos da ex nunca mais me apanham. Já não foi uma, nem duas, foi três vezes que caí na canção do bandido. A partir de agora só quero gajos com cadastro limpo, não virgem, mas sem ex-namoradas a rondar. Vai ser tolerância zero, ao primeiro sinal de ex na área, eu dou o fora sem dó.

 

Entretanto andava a sair com um gajo português lindo, mas ganda azeiteiro, que preferia trabalhar de manhã até ao pôr do sol, dormindo umas 4horas, para ser alguém na vida. Mandei-o dar uma curva. O sexo era ótimo, a química era fixe, mas estar com o moço 3h ao sábado e com ele sempre a olhar para o relógio de 15 em 15 minutos, nah, isso não é para mim. Ainda por cima era um bocado burrinho e isso não atrai (sim, eu sei que vão dizer que a escola da vida é a mais importante, e concordo perfeitamente com isso, mas epah, não me lixem, um gajo que acredita na teoria do chip no braço por causa da vacina, é para botar para canto). Em 2 meses de "dating" consegui aperceber-me logo que dali não vinha coisa boa. Por isso I guess it's a win. Estou a ficar boa nisto de avaliar pessoas.

 

Entretanto ia escrever alto testamento mas estou com sono. A 2a parte deste post fica para daqui a 4 meses  e por aí, que é feito de vós?

 

Beijo na bunda! 

11
Mar21

A pão e água...

... Desde Novembro malta. Isto do covid está a ser uma merda, é o que vos digo. Nem para o engate isto dá...

 

Demorei um pouco a esquecer o Titi, aquele moço tinha bastantes defeitos (sexo monótono), mas tinha muitas qualidades fofas, tipo começar a dançar comigo no meio da rua, preparar o jantar sempre que ia a casa dele ou quando vinha à minha, e cozinhava bem! Adorava também quando ele se deitava no meu peito e metia a cabeça na covinha do pescoço como se fosse um bebé grande. Gostava dele, e ainda penso bastante nele. Mas já passou...

Ando há quase 2 semanas a falar com outro moço. Que conheci de forma muito improvável (não foi numa aplicação de encontros porque tinha apagado todos os Tinders desta vida numa noite de depressão e choro), mas foi numa rede social muito conhecida. Adivinham? Já nos vimos uma vez, em carne e osso, só para passear, bem comportados, no parque .... o que eu gostava de me ter agarrado àquele osso, ali mesmo no meio da relva em frente a toda a gente... Que gajo bom, aí meu Deus.

 

OK, já perceberam que a vossa dESarrumada está a voltar ao que era... Aguardem novos episódios, acho que isto promete (espero!) . 

 

Beijo na bunda! 💋🍑

12
Jan21

Amor de confinamento.

Ainda não te esqueci sabes, basta ver as nossas fotos e as lágrimas escorrem-me pela cara. Sinto um misto de pensamentos relativamente ao nosso fim. Se por um lado foste uma lufada de ar fresco na minha vida durante um dos piores anos, por outro a tua ida ainda me está aqui atravessada... sei que tínhamos vários pontos com os quais não concordávamos, mas aquele teu abraço pela manhã era vida, quando eu me levantava para ir à casa de banho, e ao voltar ao quarto tu me estendias os braços para eu me aninhar no teu peito.... tantas vezes dormi embalada pela tua respiração, nesse abraço gigante que tu tens. 

Amor em confinamento, é lixado, porque passámos horas e horas juntos, 1 mês em confinamento valem por seis meses da vida de antes... sinto que te conheci mais do que 9 meses. Foi tanto, em tão pouco tempo. E sinto-me mal porque acabou e não voltámos a falar, não te desejei bom natal nem feliz ano novo... e isso custou... mas também não voltaste a falar comigo... e isso ainda custou mais.  És orgulhoso. Mas eu também sou. E que merda é eu ser assim. Que merda é tu seres assim.

Foda-se podia ter resultado, tinha dado tanto para não estar a viver isto que estou a viver neste segundo. Sozinha, numa cidade imensa, início de terceiro confinamento... vivi dois contigo, e às vezes custava ter-te ali 24h sob 24. Mas não sabia que ainda custava mais não te ter aqui... quando o mundo todo está parado lá fora... onde andas tu? Sê feliz, eu vou tentar.

Silêncio. 3 da manhã,  eu e um tablet, deitada na minha cama... vou ouvir um pouco de "The arrival of the birds", essa música que me faz chorar, e me lava a alma com lágrimas...

Bem-vindos ao meu diário, um lugar seguro onde podemos falar sobre tudo. Já comentaram hoje? Bisou, da vossa dESarrumada.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds

Diário em fotos

Desarrumações antigas

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D