Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário de uma dESarrumada

A espalhar o #cagandoeandando por essa internet fora desde 2015.

Diário de uma dESarrumada

A espalhar o #cagandoeandando por essa internet fora desde 2015.

13
Out19

Código 5€ de desconto Uber Eats.

 

 

 

eats-yqpgw0

 

Va, ajudem lá a dESarrumada a comer mais barato durantes aqueles dias de merda em que chega a casa às 22h. Ao usarem este código na vossa próxima encomenda na app Uber Eats, têm um desconto de 5€, e eu também!

 

Obrigada malta, quem usar o código recebe um beijo na bunda ainda mais gostoso do que habitualmente! 

 

💋

13
Out19

Em busca do corpo perfeito.

Ando a correr uma vez por semana no Parque Monceau e a ir ao ginásio duas vezes por semana só para fazer musculação... Com aquele fim de semana em Portugal tinha perdido um bocado a rotina do desporto - porque em casa dos meus pais como que nem uma porca - mas agora essa rotina já está a voltar aos poucos e poucos.

 

E já voltei a ver diferença no peso... Quando cheguei a Paris estava com um dos meus maiores pesos de sempre: 73kg. Agora estou com 68kg. 

 

O meu objectivo seria chegar aos 65kg e a partir daí tonificar, tonificar, tonificar

 

Mas como tudo na vida, até isto leva o seu tempo... E é preciso consistência no exercício, aliada a uma mudança de hábitos a longo prazo. 

 

Nada de dietas muito restritas, já tentei de tudo e não resulta! Aliás, resulta durante uns tempos, mas depois quando volto a uma alimentação normal o peso volta... 

 

O que ando então a fazer em termos de alimentação?

 

A maior parte do tempo tento comer de acordo com uma alimentação não inflamatória. Cenas como, diminuir a ingestão de glúten, lacticínios, carne vermelha... Ingerir mais frutas e legumes, beber muuuuuita água! 

 

Mas sempre sem fundamentalismos... Se me apetecer comer chocolate, cookies, KFC, como! Sem culpa... Até porque a culpa engorda! E já me basta outros sentimentos negativos relativamente a outras áreas da minha vida, não preciso que a comida seja outra origem de negativismo.

 

Descobri que ter um espírito leve emagrece... E que aos poucos chego ao peso que quero! Apesar de, cada vez mais, achar que aquele número na balança, não é assim tão importante quanto isso para me tornar feliz. 

 

By the way, tem estado sol, e aquela fase depressiva já está a melhorar bastante... Tenho suplementado com vitamina D, magnésio e Omega 3. E estou muito melhor! Devia ser só um desequilíbrio passageiro... Obrigada a quem se preocupou! Para os outros que disseram que tenho é falta de juízo e que até me enviaram um vídeo sobre como fazer o nó de "suicídio" numa corda... Para esses só tenho isto 🖕🏻

 

Beijo na bunda! 💋

11
Out19

Desafio de escrita dos passaros #5 Deixem o Hitler entrar!

Então é assim, vamos lá meter isto em pratos limpos! Com que então, está aqui uma pessoa há cerca de duas horas na fila do purgatório, e esta merda está empancada porque não sabem onde enfiar o Hitler?

 

Então vejamos, o gajo é um lingrinhas, por isso não pode ir para o Inferno ajudar a meter carvão nas máquinas! Mas dêem-lhe as câmaras de gás e o homem já fica todo contente!

 

... 

 

Não! 

 

Como assim não? Então não vêem que este gajo é ideal para fazer esse trabalho? Se mesmo assim não quiserem então vamos lá tentar ver outra coisa... 

... 

Então e se for para limpar o pó? Com aquele bigodinho à minete, aquilo é sempre a aviar, em dois tempos fica o pó limpinho, limpinho... 

... 

Num querem? 

 

Epahhh... Deixem-se lá de esquisitices. Este gajo precisa de ir para algum lado! E despachem-se que entretanto fica noite! 

 

...

 

Olhem... Pronto, o senhor até tem um poder de oratória invejável, consegue convencer pessoas a fazer tudo e mais alguma coisa... Até mete o São Pedro a fazer o pino e a Virgem Maria a fazer caipirinhas se for preciso...!

 

Chamem daí o Anjo Gabriel que faz os anúncios, esse gajo ao lado do Hitler é um menino! A partir de agora o Adolfo fica a cargo do departamento de marketing e relações públicas do céu! A ver se é desta que aumentamos os lucros da religião que isto tem andado fraquinho. 

10
Out19

Eu sei mais do que tu.

Estão a ver aquele tipo de pessoas que quando sabem algo primeiro do que os outros, ou que estão a par de uma surpresa para alguém... E não sabem calar a boca... Dizendo a toda a gente: "eu sei algo e tu não, nananinana!", inclusivé a pessoa em causa... 

 

Fazem pirraça, tipo crianças da primária?

 

Opah... Não consigo ter paciência para estas coisas!... É assim tão difícil saber algo e ficar calado? 

 

Dái-me paciência.

 

Oremos irmões!

 

Beijo na bunda! 💋

08
Out19

Meditações... e outras divagações.

Por vezes dou por mim a ver o tempo passar. Aliás, eu nem o vejo, ele passa por mim sem eu dar conta... qual trotinette desvairada que serpenteia pelos passeios de Paris.

 

Quando vou por elam já não sei em que mês estou, a quantas ando... já não sei para onde foi o Verão, e como assim... já é quase Natal? Ia apostar que ouvi um esboço de uma música de Natal ali numa loja para os lados de Montmartre. Mas deve ter sido só imaginação minha.

 

Talvez isto seja uma depressão sazonal... talvez me esteja a aperceber que só sou feliz quando está sol. Como em todos os outros 27 anos de vida... Neste vigésimo oitavo outono, não podia ser diferente. Nas ci em África, num país onde estava sempre sol, e depois morei em Portugal, esse país mimado com o sol mais brilhante de todos os sóis. E por tudo isto sei que pertenço, definitivamente, ao verão.

 

Gostava era de estar bem em todo o lado, de sentir-me bem a todos os momentos... ainda bem que não emigrei para um daqueles países em que é de noite 6 meses por ano. Já tinha ido desta para melhor. Ou voltado, talvez fosse mais fácil. 

 

Porém, nem sempre dá para estar sempre bem... e por isso vou andando por aí, por esse mundo fora, à procura de algo que não consigo encontrar - já estive mais longe! Dizem as más línguas na minha cabeça, que teimam em dar-me esperança, mesmo quando só quero sucumbir ao cansaço dos dias.

 

Voltei a meditar. E penso, como pensei de todas as outras vezes em que deixei a meditação e acabei por voltar... porque raio me esqueço desta prática que me faz tão bem??? 

 

E voltei... voltei a procurar-me dentro de mim... voltei a fazer aquele caminho de volta para casa.

 

Vamos lá ver se é desta que descubro que o caminho é o melhor destino... já tem sido assim das outras vezes, não é mesmo? Mais uma moedinha, mais uma voltinha.

 

Beijo na bunda,

da vossa dESarrumada

07
Out19

13 sintomas de depressão.

Eu pensava que estava bem, mas não estava.

Eu pensava que estava só cansada, mas não estava.

Eu pensava que estava a ser preguiçosa, mas não estava.

Eu pensava que estava a procrastinar, mas não estava.

Não só, mas também.

Eu pensava muita coisa... pensei em tudo, menos na verdade. 

Não sei se é do tempo, ou o caralho, mas hoje estava no trabalho a pensar "mas porque raio sinto que estou a perder a vida em mim?"

E apesar de tudo... é a primeira vez que me sinto tão triste e vazia por dentro, mas continuo a sorrir por fora. Até toda a gente me diz que ando mais alegre, leve e feliz.

Quem me dera... quem me dera...

 

Hoje, encontrei isto na Internet, e fiz match 13/13! Por isso decidi começar a falar sobre isto, antes que isto me engula. Pode ser que ajude alguém:

 

13 Sintomas de depressão 


Se você tem experimentado alguns dos seguintes sinais e sintomas a maior parte do dia, quase todos os dias, durante pelo menos duas semanas, você pode estar sofrendo de depressão:


- Humor triste, ansioso ou “vazio” persistente;
- Sentimentos de desesperança, luto ou pessimismo
- Irritabilidade
- Sentimentos de culpa, inutilidade ou desamparo
- Perda de interesse ou prazer pela vida, hobbies e atividades
- Diminuição da energia ou fadiga
- Mover ou falar mais devagar
- Sentir-se inquieto ou ter problemas para ficar sentado
- Dificuldade de concentração, lembrança ou tomada de decisões
- Dificuldade para dormir, despertar de manhã cedo ou dormir demais
- Apetite e / ou alterações de peso
- Pensamentos de morte ou suicídio, ou tentativas de suicídio
- Dores, dores de cabeça, cólicas ou problemas digestivos sem uma causa física clara e / ou que não se aliviam mesmo com o tratamento.

 

 

FONTE: https://www.vittude.com/blog/13-sintomas-de-depressao/

06
Out19

Na lavandaria.

Domingo é dia de lavar a roupa na lavandaria. E estava aqui a ver se a lavagem estava muito avançada quando chegou uma rapariga asiática, talvez chinesa, com uns envelopes fechados na mão.

 

Ela meteu a roupa dela para lavar e começa a abrir os envelopes descontraidamente...

 

Eu estava na minha vida quando, de repente, ouço a rapariga aos gritos ao telemóvel, numa língua desconhecida para mim, enquanto gesticula com os papéis na mão. Furiosa. 

 

Começa a gritar cada vez mais, e entretanto a chorar com os nervos e a bater com os papéis em cima da mesa. Não sei o que estava a dizer, mas pelas expressões faciais e linguagem corporal devia ser algo que se assemelhe a umas boas caralhadas.

 

Fui correr (costumo dar uma corridita enquanto a roupa lava) e ao passar por trás da rapariga, de forma a sair da lavandaria, reparei que a carta que ela estava a abanar no ar, e talvez, com muita vontade de queimar, tinha um símbolo azul que tem vindo a tornar-se muito familiar para mim nos últimos 4 meses. 

 

Era o símbolo de uma das entidades que cobra os impostos dos trabalhadores liberais aqui em França.

 

Percebi tudo. E naquele momento, inundada de uma empatia sem par, fiquei com vontade de a abraçar, talvez deitarmo-nos no chão em posição fetal, e largar uma lágrimazita de tristeza com ela.

 

Para o ano já é a minha vez. 

 

Foda-se. 

 

Somos lixados, enrabados, sugados até ao tutano. Mas ao menos choramos juntos.

 

Boas eleições malta.

 

Beijo na bunda! 💋 

04
Out19

Desafio de escrita dos passaros #4 A Beatriz disse que não. E agora?

Podia ter dito que sim, mas naquele dia não lhe apeteceu... Queria gritar um NÃO redondo na cara dele. E foi o que fez.

 

Mas ele não quis ouvir... Continuou a insistir. Queria fazê-lo, naquele momento, com ela. Porque a amava e a desejava. Disse ele.

 

Mas ela não tinha vontade e ele não podia obrigá-la. Já há muito que não o amava. Ele insistiu e encostou-a à parede... Tentando afastar-lhe as pernas. 

 

"ou dizes que sim, ou acabou-se tudo". - vociferou ele. 

 

"então por mim acaba aqui" - gritou ela a plenos pulmões.

 

Ele largou-a. E ela foi-se embora. Sem olhar para trás.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O melhor comentário ganha um biscoito!

subscrever feeds

Diário em fotos

Desarrumações antigas

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D