Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário de uma desarrumada

Desarrumada na casa e na alma, sou eu, prazer. Um pensamento por dia. Ou quando me apetecer.

Diário de uma desarrumada

Desarrumada na casa e na alma, sou eu, prazer. Um pensamento por dia. Ou quando me apetecer.

15
Out17

Diagnósticos.

Acordei há pouco, ontem cheguei a casa às 4h da manhã de uma noite muito boa, jantar em casa de uma amiga, correu tudo muito bem, gostei muito, e deu para espairecer da semana de bosta que tive... mas queria desabafar sobre um assunto, algo que ainda só contei a 2 ou 3 pessoas. Demorei um pouco até decidir falar disto aqui no blog, não queria meter aqui algo do género, visto que prometi que ia tentar ser mais positiva, mas porra, isto chama-se diário, e um diário é algo de todos os dias, mesmo que a vida esteja uma merda. Mas vá, vou tentar fazer um post engraçado sobre um assunto merdoso, considerem isto o meu desafio de final de ano.

 

Desde há algumas semanas para cá que ando a ser seguida na ginecologista. Até à última quinta-feira tudo ok, só umas respostas mais evasivas da médica... "ah e tal, não posso saber se dá para curar o que tem sem saber o que tem". Pois, bota uma prescrição de ecografia e outras cenas. Dizem que os srs doutores sabem tudo, mas olha, esta é só um ser humano normal, que precisa de investigar mais. Normal, no panic.

 

Ecografia, útero, ok. Ovário direito onde costumo ter mais dor, nada, sr da ecografia mostra ecrã, faz umas piadas e tal, eu rio, ele ri. Muito simpático, explica tudo muito bem. Tinha uns quantos quistos de alguns milímetros mas nada de especial. Ovário esquerdo, uma bola gigante preta aparece no ecrã, sr da ecografia para de falar e aproxima o olhar do ecrã. Começa a medir, a desenhar linhas no ecrã. Eu tento rir, mas não consigo, tento fazer perguntas, mas não consigo. Porra, quem é que puxou o tapete que estava aqui debaixo dos meus pés?

 

Depois de um silêncio que pareceu uma hora...

 

"Ah e tal está aqui um quisto de uns quantos centímetros, mas nada de preocupante, a ginecologista depois analisa o relatório e dir-lhe-á o que vamos fazer a seguir". "Mas é grave dr?", "Não me parece grave, tem contornos regulares, agora tem que vigiar e fazer ecografias de rotina. E muito provavelmente terá alguns problemas de fertilidade facilmente contornáveis." "Ah bom, se só vou ter uns problemazitos de fertilidade então é coisa pouca..." - penso eu, de forma irónica, caso não tivessem percebido.

 

E eis que saímos da zona de exames e passamos para a secretária, ele começa a escrever no computador, eu olho para ele com um olhar vazio. Só consegui perguntar se ia ter uma menopausa precoce (tenho ciclos muito curtos) e o sr começa ali num discurso sobre o que devo fazer se quiser ter filhos, coisa que eu não perguntei, mas que ele deve ter subentendido pela minha questão... só me lembro que a minha cabeça nesse momento desligou, eu só penso: "rai's te partam homem, tenho um quisto que é preciso controlar, há o risco de ter mais, e tu p'raí a falares de bebés? deixa-me respirar um pouco..." Explico, tenho 26 anos, ando sempre com o dilema se deva ser mãe ou não, porque ter filhos eu sei que gostaria, mas ser mãe é algo que me assusta muito... com a minha pergunta só queria saber quanto tempo ainda posso andar indecisa... 

 

E pronto, foi assim que soube que tinha uma cena nos ovários chamada "quisto hemorrágico". Pelas minhas pesquisas na net este tipo de quistos podem ou desaparecer sozinhos ou aumentar de tamanho, por isso precisam de ser controlados com ecografia. Mas o tamanho do meu está na categoria dos benignos com uma boa margem, por isso dígamos que estou descansada. Mas foi lixado, ver ali aquela "bola" preta no ecrã da ecografia... e se fosse maior? E se fosse mais grave? E se o silêncio do médico tivesse sido mais longo? E se da próxima vez o quisto tiver aumentado? E se tiver outros? E se algum deles tiver uma ruptura e tiver de ser internada de urgência?... E se... e se...

 

Afinal não consegui fazer um post engraçado, não cumpri o desafio. Fica para a próxima.

 

À espero do resultado dos outros exames que fiz. Desejem-me sorte. 

 

Alguém conhece isto? Digam-me coisas... ainda estou na fase de pesquisa... não me parece ser muito grave, mas posso estar a negligenciar alguma informação...

20 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Estes também desarrumam por aí:

triptofano.blogs.sapo.pt insensato.pt chicana.blogs.sapo.pt avidadagorduchita.blogs.sapo.pt comoquemnaoqueracoisa.blogs.sapo.pt hamaremmim.blogs.sapo.pt www.domingoatarde.com artedasimplicidade.blogs.sapo.pt happynessiseverywhere.blogs.sapo.pt 1simplesdesconhecido.blogs.sapo.pt ahipsterchique.com derepentejanos40.blogs.sapo.pt busca-de-sentido.blogs.sapo.pt ohporfavor.blogs.sapo.pt cantinhodacasa.blogs.sapo.pt belinhalemanha.blogs.sapo.pt contosdameninamulher.blogs.sapo.pt papagaioindiscreto.blogs.sapo.pt vidaasfatias.blogs.sapo.pt justsmile.blogs.sapo.pt mariamocha.blogs.sapo.pt www.desabafosdamula.com porque_eu_posso.blogs.sapo.pt srsolitario.blogs.sapo.pt

Diário em fotos

Leituras

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D